2

Não é de hoje que cultivamos o horror de baratas, alguns dizem que é apenas "nojinho" e outros realmente tem pavor, medo e fobia de um encontro inesperado desses insetos nem sempre tão pequenos. Nossos antepassados milenares já sofriam com as baratas. Elas existem a mais de 400 bilhões de anos, sobrevivendo a quatro extinções em massa registrados em nosso planeta, e, em todas as comunidades existentes neste período, elas não são bem retratadas.

Existem cerca de 5.000 espécies que medem de 3mm a 20cm. As que conhecemos que vivem aparecendo em nossas casas se adaptam em qualquer ambiente, e vivem até 2 meses sem comida e 3 dias sem água.

Sim, parece muito horrível, mas vamos entender o motivo de elas existirem.

Por que elas existem?

Na escola você já deve ter aprendido um pouco sobre a cadeia alimentar e como ela funciona em favor do nosso eco sistema. Assim, as baratas também se encontram neste ciclo vital. Elas auxiliam na decomposição de restos orgânicos, lixos, cadáveres e participam ativamente na reciclagem de matérias orgânicas.

Os problemas que elas causam.

Por se tratar de um inseto que participa da decomposição de restos orgânicos, elas são frequentemente encontradas em esgotos, amontoados de lixos e cemitérios.

As baratas acabam sendo hospedeiras de diversas bactérias, fungos, vírus, protozoários e tantos outros, trazendo para nossas casas e nos expondo a contaminações graves. Eles também decompõe nossos alimentos, inutilizando-os e impossibilitando-os para consumo humano, estragam e sujam nossas roupas e livros, passam alergias a algumas pessoas e estimulam sensações de medo e repugno por onde passam.

O que aconteceria sem as baratas?

Apesar de todo o mal que elas nos fazem, ainda há um bem nessa história. Por exemplo, já imaginou como seria se os restos orgânicos, as fezes [VIDEO] e os cadáveres não se decompusessem?

Haveria um desequilíbrio ecológico enorme, que, apesar delas serem pequenas, sua falta seria rapidamente notada, tanto pelos humanos, que teriam problemas com o acúmulo de lixos biológicos, quanto de alguns animais que se alimentam das baratas para sobreviver.

Os inimigos das baratas

Assim como dito no início do artigo, as baratas também fazem parte de uma cadeia alimentar onde em um momento ela é a caçadora e em outro momento ela é a caça. Existem os animais que se alimentam delas para sobreviver, como as lagartixas, as aranhas, os besouros, os escorpiões, as formigas, as aves e tantos outros que formam este equilíbrio ecológico que nos permite viver como vivemos.

Será que agora as baratas são tão desprezíveis a ponto de tantas pessoas desejarem sua extinção ou essas pessoas aguentariam viver com o acúmulo de lixos biológicos tranquilamente só para não encontrar com uma barata voadora de madrugada?