A escola é um local que é comumente usado para medir o novel de inteligência das pessoas, e algumas já parecem mesmo que nascem mais bem-dotadas de inteligência do que outras. Em qualquer sala de aula sempre há pelo menos um aluno que se destaca frente aos demais, sempre fazendo as tarefas impostas pelo professor e tirando as maiores notas da turma.

A pergunta que fica é se essa é uma habilidade que já vem com essas pessoas, ou elas têm algum hábito secreto para deixa-las mais inteligentes? O cérebro [VIDEO] da maioria das pessoas não é capaz de aprender as matérias por uma simples leitura superficial. Mas através de algumas técnicas é possível melhorar o funcionamento do seu cérebro.

Praticar meditação

A prática de meditação está em alta ultimamente e entra em quase todo manual de desenvolvimento pessoal. Podendo ser praticada em locais específicos, ou ate mesmo em casa, essa pratica promete lhe fazer relaxar e ajustar seus pensamentos.

A atividade tem uma base simples, que consiste em fazer com que se desligue do passado e do futuro e foque apenas no momento presente. Segundo estudos especializados, essa pratica faz com que aumente a sua capacidade de se concentrar e se manter concentrado por mais tempo. Além de aumentar o poder de concentração, essa atividade pode melhorar a memória e o processamento visiospacial.

Começar a meditar não é muito difícil, mas é preciso ter um bom grau de disciplina. O primeiro passo para realizar uma meditação é encontrar um local calmo e relaxante.

Então, deve-se manter a concentração na respiração e tente não desviar seu pensamento dela. Dez minutos já é o suficiente, mas só fará efeito se virar um hábito.

Use suas novas habilidades quando precisar. Mesmo não estando no momento de meditação, quando precisar prestar atenção em algo importante pare por alguns segundos e ouça sua respiração. Seu cérebro já saberá o que o espera, e provavelmente tudo ficará mais fácil.

Resolver passatempos

Atividades de passatempo, como as palavras cruzadas, realmente deixam o nosso cérebro [VIDEO]mais exercitado, o que não significa que ficará superdotado por fazer essa atividade. Porém, terá uma memória de trabalho mais desenvolvida, o que fará com que se lembre de pequenos detalhes por um curto período de tempo.

Essa prática, quando realizada por pessoas de idade avançadas, pode retardar em até 2,5 anos o declínio da memória, isso segundo um estudo realizado nos Estados Unidos no ano de 2014. O declínio da capacidade do nosso cérebro quando se fica idoso é praticamente impossível de conter, mas resolver passatempos traz muitos benefícios. Por isso, vem sendo muito recomendada.