10

O excesso de peso não atinge somente humanos, mas os Animais também. Isso tem sido um problema mundial e cada dia mais a estatística aumenta. A condição de sobrepeso está afetando os animais de forma descompassada e as complicações em sua saúde um verdadeiro terror. Causa várias doenças nos bichanos que muitas vezes são incuráveis.

Um fotógrafo chamado Peter Thorne decidiu passar por cima do preconceito e fotografar Gatos acima do peso. O ensaio foi feito em setembro de 2016. Isso chamou a atenção das pessoas pela fofura das fotos e, claro, dos gatinhos.

Os gatos acima do peso são desprezados pelas pessoas. Porém, um fotógrafo quebrou esse paradigma e deu uma vida nova para esses animais.

Thorne criou um projeto de nome "Gatos Gordos" para justamente mostrar a beleza de cada bichinho e que, mesmo acima do peso, continuam adoráveis.

Thorne afirma que os gatos mais fortinhos são os mais fofos que existem. O projeto surgiu por acaso, quando o fotógrafo trabalhava em um outro projeto que trazia como tema cachorros idosos. Ele diz que ficou tão emocionado com esse projeto que achou interessante criar um novo, mas, dessa vez, mais com uma temática mais leve, vibrante e que causasse impacto.

Rapidamente teve a ideia de criar um ensaio com gatos que são fofos, mas com um diferencial, que esses fossem gordinhos. Através da internet, Thorne fez um chamado convidando donos com gatos gordinhos e ficou espantado com a quantidade de pessoas interessadas. Pasmo, viu que gato com sobrepeso é mais comum do que podia imaginar.

Ele diz que foi um desafio fotografar os animais. Solicitava que os donos levassem seus bichanos ao seu estúdio, mas isso literalmente não deu certo.

Os gatinhos ficavam muito estressados, principalmente como deslocamento do local onde moravam até o estúdio. Ao conversar com o dono de cada gatinho, achou que ficariam mais confortáveis no ambiente em que já conviviam.

Após essa decisão, começou a ir à casa dos proprietários de cada gatinho, levando todo seu equipamento para as fotos ficarem perfeitas. Ele utilizou durante o ensaio fotográfico brinquedos com sons para chamar a atenção e assim os animais olharem para a câmera.

Poucas fotos ficaram boas, pois alguns bichanos não queriam ser fotografados. Thorne percebeu que quem decidia se apareceria ou não nas fotos eram os próprios gatos.

Ele desabafou ao falar que algumas pessoas achavam que estava apoiando o excesso de peso nos bichanos, mas explicou que não e que a maior parte do gatos fotografados estava em dieta. O fotógrafo disse não ter intenção nenhuma de julgar os donos pela alimentação inadequada que dava aos animais, mas que só queria mostrar para todos o quão fofo eles são.