A sabedoria popular diz que ler um livro é viajar sem sair de casa ou da poltrona. A primeira metade desta frase faz sentido. Porém, a segunda metade, nem tanto.

É que o navio “Logos Hope” deseja atingir um objetivo nada modesto: levar mais Literatura e cultura por toda América Latina. A embarcação marítima transformou-se num centro cultural que se desloca sobre as águas.

No momento, ela se localiza atracada no porto de Veracruz, no México, e seus planos de permanência por lá se estenderão por quatro meses.

Seu outro objetivo consiste no fornecimento de conhecimento [VIDEO], ajuda e esperança. Para isso se concretizar, o navio conta com o maior acervo de Livros disponibilizado em meio móvel do mundo.

Ele também possui sala de concertos, área para conferências e um teatro. Tudo isso fica à espera da comunidade em que a embarcação se encontra atracada no porto.

Aventura e ajuda

Segundo a relações públicas do navio, após a estada no México, o navio chegará à América Central, cujo primeiro país a se visitar será o Panamá. A intenção é de apenas levar ajuda para aqueles que não têm condições de frequentar espetáculos ou de adquirir um livro.

A embarcação pertence a uma organização com sede na Alemanha e não possui finalidade lucrativa. Para alcançar o maior número de pessoas pela arte e conhecimento, a organização montou um esquema de trabalho estruturado. Parte da tripulação fica em bairros da cidade escolhida e outra parte viaja para cidades vizinhas para aprofundar as ações de distribuição de cultura e doações de livros.

Os serviços se estendem para além da parte cultural: escolas, prisões e orfanatos são beneficiados com a literatura. Na parte física, os tripulantes colaboram na construção e reforma de lugares como hospitais, obras públicas e centros esportivos.

Para as pessoas, o “Logos Hope” doa filtros d´água, lentes para óculos de idosos e oferece assistência médica. Ao terminar de enumerar as atividades da entidade, a relações públicas sintetiza que a ideia é beneficiar pessoas que não podem visitar o navio.

Números

O navio possui 132 metros de comprimento e tem uma equipe de 400 voluntários dos mais diversos países do mundo. Seu acervo é estimado em cinco mil títulos, estando à disposição de quem quiser visitá-lo.

Uma boa oportunidade para aqueles que nunca [VIDEO]puderam segurar um livro nas mãos ou para os que acham que é livro bom é livro caro; custa muito dinheiro.

De acordo com os integrantes do “Logos Hope”, cerca de 46 milhões de visitantes de 150 nacionalidades já tiveram o privilégio de explorar o interior do navio.

E, claro, acessar o conhecimento contido em seus compartimentos.

O início dessa aventura, digna dos romances infanto-juvenis, começou em 30 de janeiro (2018) no porto de Cartagena, Colômbia. Ainda não há previsão para que o navio chegue em território brasileiro, mas como o Brasil faz parte da América Latina e por ser um país de dimensões continentais, espera-se que a embarcação atraque em diversos portos e fique bem mais tempo do que os quatro meses que os mexicanos desfrutarão.