Com o passar dos anos [VIDEO] e a evolução das características humanas e sociais, é comum atos que antigamente eram normais hoje serem considerados estranhos ou, em alguns casos, deploráveis. À medida que o tempo passa, cada vez é mais exigido um maior grau de higiene e descrição quanto ações consideradas particulares.

Como antigamente era menor o nível de acesso a banheiros, produtos de higiene pessoal e até mesmo a informação, era comum improvisar quando o assunto era o bem-estar corporal. Entretanto existem hábitos que são popularmente desaprovados, mas, na verdade, são extremamente saudáveis e benéficos ao corpo humano ou ao meio ambiente.

Alguns deles foram abolidos porque são realmente desagradáveis, outros por falta de conhecimento quanto as suas consequências. Confira sete hábitos que provavelmente não sabia que eram saudáveis. Confira:

1 - Urinar no banho

O primeiro hábito traz um benefício triplo. Por mais desagradável que seja, principalmente para a pessoa que limpa o banheiro, urinar no banho é um hábito que pode ajudar quando o assunto é economia familiar. Estima-se que uma descarga gaste, em média, 12 litros de água por acionamento.

Isso representa mais de mil litros de água por mês em uma família de três pessoas que toma banho diariamente. Associado à economia financeira, há a preservação do meio ambiente.

Em meio a uma grave crise de água que o mundo está vivenciando, urinar no banho pode ajudar os descendentes que ainda viverão neste planeta.

O terceiro, mas não menos importante, benefício desse hábito desagradável é a imunidade a infecções e fungos que os dedos terão graças ao ácido úrico e amônia contidos no xixi.

2 - Cuspir enquanto se exercita

Cuspir pode ajudar a melhor a respiração enquanto se exercita. Isso porque, devido a maior necessidade de oxigênio enquanto se faz exercícios, a tendência é respirar pela boca ao invés do nariz, fazendo com que a boca produza mais saliva e interfira no sistema respiratório pleno. Expelir ajuda neste caso.

3 - Menos café e mais chiclete

O café é um produto muito conhecido por ajudar o corpo humano a ganhar energia, devido à cafeína e outros nutrientes.

Entretanto, estudos apontam o perigo no uso do café para este e outros objetivos.

Apesar de não possuir benefícios nutricional, o chiclete funciona melhor que o café quando o assunto é manter acordado. A goma de mascar aguça a mente, ajuda na concentração, diminuiu o estresse e pode ajudar no equilíbrio hormonal.

4 - Soltar os gases do corpo

O corpo libera gás pelo menos 14 vezes durante o dia, a maioria deles durante o sono. Apesar de desagradável e mau cheiro, soltá-los pode ajudar o corpo a eliminar o dióxido de carbono e metano produzido após as refeições.

5 - Roer as unhas

Por mais que esse hábito não proporcione um resultado estético tão bom, quando comparado com o uso do cortador de unhas, ele pode ser extremamente útil. Além de manter as unhas curtas, quando se roem as unhas, são ingeridas bactérias que estão embaixo delas, forçando o sistema imunológico a produzir glóbulos que combatem as combatem. Então, quando se deparar pela segunda vez com a bactéria combatida, terá linfócitos para vencê-la.

6 - Ingerir a caca do nariz

Similar ao benefício em roer as unhas, esse hábito extremamente estranho pode ajudar o sistema imunológico a combater as cáries. Isso por conta dos glóbulos brancos que são produzidos por conta das mucinas salivares ingeridas junto ao ranho.

7 - Não tomar banho todos os dias

Por mais anti-higiênico que isso pareça, se abster de tomar um ou outro banho durante a semana por ser bom. O organismo produz óleos para o corpo e cabelo que são essenciais para mantê-los hidratados e protegidos. Ao tomar banhos todos os dias, esse óleos são lavados e deixa o corpo carente deles.