2

A inglesa Jade, de 25 anos, tinha como plano de carreira seguir a vida corporativa no ramo da moda, para isso ela perseguiu com determinação seu sonho e foi estudar moda na Manchester Metropolitan University.

Ela se formou em 2015, mas apesar de ter alcançado a tão almejada carreira na industria da moda, descobriu que aquilo não era exatamente o que ela esperava. Insatisfeita e deprimida Jade se tornou uma estrela de Filmes Adultos de sucesso e como atriz é completa. Conhecida na industria de filmes adultos [VIDEO] pela alcunha 'Carly Rae Summers', conseguiu nesta nova profissão o que a moda não lhe trouxe: satisfação pessoal.

Mas ela só entrou neste novo ramo porque seu empréstimo estudantil começou a se esgotar e ela tinha que achar novos meios para se manter e aumentar seus fundos.

Ela tentou de tudo para conseguir "empregos tradicionais" para conseguir esse dinheiro extra, mas a grande procura por essas vagas a fez desistir. Foi então que um amigo online sugeriu que ela vendesse algumas fotos e filmes íntimos, isso trouxe muito dinheiro. Aos 19 anos ela recebeu um e-mail perguntando se ela gostaria de virar uma atriz sendo protagonista de uma cena hétero e explícita com um homem.

Como Carly Rae Summers, Jade, gosta de se apresentar como uma mulher empoderada e "auto-realizada". A atriz [VIDEO] contou em um documentário gravado pela rede BBC chamado "Jade, porque escolhi a pornografia", que trabalhar neste ramo era a maneira mais fácil de se rebelar contra sua educação "certinha" que teve.

Diz ela: "Meus pais eram muito rigorosos com cada passo que eu dava, me rebelei e acabei como sou hoje em dia. Se você deixar seu filho fazer suas próprias escolhas e deixar ele ser ele mesmo, esse adolescente provavelmente não tomará as mesmas decisões que eu".

No documentário a atriz revelou que foi agredida sexualmente quando tinha 16 anos - idade na qual nunca tinha beijado - por educação dos pais. Essa experiência traumática teve profundo efeito sobre suas ações: "Tudo o que acontece quando se é jovem afeta no futuro. Depois que eu descobri e fiz muito sexo pensei que este novo ramo valia a pena. Entrar para a industria de filmes adultos me permitiu amadurecer, crescer psicologicamente".

A jovem ainda comentou sua jornada. "Quando entrei nessa nova jornada havia muitas pessoas dizendo o quanto eu era linda e isso me tirou da minha concha depressiva e me fez acreditar em mim mesma mais do que nunca. Tudo isso me deu independência e auto-estima", ainda completou.

Apesar da educação rígida, Jade teve contato com filmes impróprios para sua idade já na adolescência, ela conta que os garotos já usavam termos sexuais e não fazia ideia do que tudo aquilo significava, foi então que, por curiosidade, começou a pesquisar coisas na internet e começar a assistir aos primeiros vídeos.

Apesar de ser feliz no que faz, Carly Rae Summers já sofreu no trabalho, tendo que continuar uma cena até mesmo intimamente machucada. Ela trata isso como um incidente de trabalho. Em sua pós-graduação como atriz, já viajou por toda Europa, como Praga, Budapeste, Espanha, Áustria e com 21 anos conseguiu alugar seu próprio apartamento com seu salário. Para não fazer parte de um "acidente de trabalho" ela afirma que cuidava muito de sua saúde fazendo exames regulares, já que 90% das cenas eram gravadas sem proteção,

Atualmente Carly não viaja mais para ser filmada, ela trabalha de seu apartamento em Manchester, Londres, criados seus próprios conteúdos vendendo diretamente para assinantes premium. "Eu trabalho três dias por semana na minha própria casa e embora não esteja rica, não sou pobre. Para mim não é sobre dinheiro, quero fazer algo que gosto", finalizou. A assinatura de seu canal custa cerca de 30 dólares por mês.