Um costume muito comum tem tomado conta da rotina de muitos casais da atualidade, o de fuçar a vida do parceiro ou parceira através da internet. Afinal, quem confia 100% em seu grande amor? [VIDEO]Ou, quem nunca sentiu aquela pontinha de ciúmes ao ver uma curtida em uma foto alheia, um comentário duvidoso em um post no Facebook ou uma conversa diferente no WhatsApp?

Ter ciúmes e ficar bisbilhotando a vida do outro na internet até certo ponto, pode ser considerado normal, porém, ao que tudo indica, se essa prática virar um hábito, pode indicar algo diferente, pode dizer que você é um determinado tipo de pessoa.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Relacionamento

Será que você seria um(a) psicopata? Uma pessoa louca que não consegue deixar de vigiar sua alma gêmea? Afinal de contas, tudo em excesso faz mal, certo?

Veja a seguir, a explicação sobre esse assunto e descubra que tipo de pessoa não consegue viver sem vigiar seu(sua) parceiro(a) na internet.

Que tipo de pessoa vigia o(a) parceiro(a) na internet?

Segundo o que descobriu Gwendolyn Seidman, professora de psicologia do Albringht College, as pessoas que são mais compulsivas na hora de vigiar seus parceiros na internet, são as mais ansiosas e as que mais sofrem de instabilidade emocional. Além disso, foi descoberto também que os principais sentimentos que levam a tal prática são a inveja e o ciúme, esses que só pioram de acordo com o aumento da prática de vigilância.

Outros fatores que também influenciam tal comportamento, segundo o estudo, são o tempo de duração do Relacionamento e o nível de comprometimento de cada casal. [VIDEO]E pelo que foi descoberto, pessoas que estão juntos por mais tempo, são menos propensas a vigiar seus parceiros na web.

Para a pesquisadora, ao que tudo indica, quanto mais o relacionamento progride, as pessoas ficam mais seguras e menos desconfiadas em relação a fidelidade de seus parceiros.

Com o passar dos anos, eles criam mais raízes e consequentemente, se sentem mais ligados aos seus parceiros, desse modo, se sentem cada vez mais seguros, não acreditam que qualquer besteira possa vir a afetar sua vida a dois.

A pesquisa foi feita com 257 alunos e o resultado foi publicado no Journal of Social and Personal Relationship. Nela, foi revelado também que os casais que estão mais tempo juntos, são mais propensos a postarem fotos dos seus relacionamentos, porém, em contrapartida, gostam menos de demonstrações exageradas de afeto na web, preferem manter um certo tipo de privacidade em relação a sua vida amorosa.

E você, se encaixa neste perfil que adora vigiar seu parceiro ou sua parceira na web? Seria alguém mais instável emocionalmente, uma pessoa ansiosa ou alguém mais seguro e confiante que não precisa desse tipo de hábito?