Eles querem saber tudo a respeito da vida de todos ao seu redor. Gostam de ter influência sobre as escolhas dos outros e de sentir que participaram de todas as decisões tomadas perto deles. Eles são os controladores, também conhecidos como aqueles que ''cuidam'' da vida dos outros.

Para eles é importante que as pessoas tomem atitudes que os favoreçam ou que, pelo menos, estejam de acordo com aquilo que eles acreditam e acham certo. As pessoas em geral se sentem invadidas e sufocadas por este tipo de comportamento, mas o controlador nem sempre percebe que está atrapalhando, pois pode achar que sabe o que é melhor para os demais.

Confira abaixo quais são os Signos mais controladores do zodíaco:

Virgem e Capricórnio

Estes dois signos adoram saber tudo aquilo que você fez durante o dia todo, nos mínimos detalhes. No trabalho, tendem a prestar atenção em absolutamente tudo que os colegas fazem e costumam dar opiniões constantes onde não foram solicitados, visando auxiliar os demais a se saírem melhor em suas funções.

Durante a convivência com um destes dois signos, as pessoas costumam sentir-se vigiadas e sufocadas. Acontece que, na maioria das vezes, os nativos de Virgem e Capricórnio são apenas muito exigentes e estão sempre tentando inspirar todos ao seu redor ao darem seu melhor.

Pode ser que não percebam o quanto isso incomoda, mesmo quando estão fazendo com que as pessoas ao redor refaçam a mesma coisa várias vezes até a perfeição ou quando estão telefonando para seus entes queridos às 6 da manhã apenas para opinar em como estes estão conduzindo suas vidas.

Touro

O motivo da sede de controle dos nativos de Touro é, na verdade, o seu ciúme. Este signo pode ser muito inseguro [VIDEO]; se o par atrasa 10 minutos, o taurino já acredita que algo errado aconteceu. Com muita paciência quem convive com este signo sabe que toda essa insegurança é amor.

É claro que, como tudo na vida, até mesmo o amor tem seus limites. É bastante desagradável para os demais focar dando relatórios intermináveis sobre os locais em que foram, o que comeram ou com quem estavam.

No casamento, o taurino pode ser muito controlador com as finanças do par, de modo que este acabe tendo que esconder alguns gastos para não levar broncas - às vezes totalmente desproporcionais.

Câncer, Escorpião e Peixes

Estes três signos costumam exercer um controle bem mais emocional do que material nas pessoas ao seu redor. Por meio de muito choro e chantagens emocionais pesadas, eles poderão convencer qualquer pessoa a fazer exatamente aquilo que eles esperam.

As mães cancerianas [VIDEO] costumam ser muito controladoras.

Na verdade, tudo que querem é proteger seus filhos, embora algumas vezes, ultrapassem os limites e se tornem super protetoras, desestimulando a independência da prole.

Os escorpianos costumam adorar fazer joguinhos de sedução, através dos quais manipulam o par. Já os piscianos não escondem o beicinho de choro até que consigam que os outros se apiedem de seu ''sofrimento'' e façam aquilo que eles querem.

Demais signos

Áries, Leão e Sagitário estão mais preocupados em mandar em suas próprias vidas do que em manipular a vida alheia. Como detestam ser controlados, não costumam fazer o mesmo com as outras pessoas. Dos três, Leão pode ser o mais controlador. Apesar de gostarem de motivar e inspirar as pessoas, Áries e Sagitário não perdem muito tempo tentando influenciar ninguém.

Gêmeos, Libra e Aquário também não tem muita paciência para a manipulação. Libra pode até ser um signo ciumento mas detesta invadir a privacidade do par. Aquário e Gêmeos prezam demais por sua própria liberdade para perder seu tempo retirando a liberdade dos outros. Viver suas próprias vidas é sempre mais estimulante para estes signos do que se meter na vida dos outros, muito embora, de vez em quando, eles não resistam a dar uma opinião sobre algo que esta ou aquela pessoa deveriam fazer. Mas, em geral, suas sugestões são boas e quando as outras pessoas não as seguem, não ficam nenhum pouco chateados e até acham interessante observar as soluções que os demais arrumaram para a situação.