Se existe uma coisa que pode mudar a vida de alguém - para o bem ou para o mal - é a opinião alheia. Quando uma pessoa sofre bullying por sua aparência, pelo seu jeito, pelo seu peso, cor ou sexualidade, ela pode se tornar uma pessoa deprimida, buscar por métodos destrutivos para encontrar uma felicidade além da desgraça que vive em relação a sua vida pessoal, podendo desencadear em problemas futuros.

Porém, algumas pessoas resolvem usar aquilo como um verdadeiro incentivo para mudar de vida de forma completamente radical e este foi o caso de um jovem chamado Jordan Martinez, de 22 anos.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Televisão

Ele começou a fazer atividade física e após perder boa parte de seus 158 quilos. Ele começou a mudança de vida a partir de dezembro de 2015.

O jovem [VIDEO]passou por cirurgias pioneiras para a retirada de pele.

Ele perdeu 83,5 quilos, mas se sentia muito mal com o excesso de peles. O rapaz buscou por métodos alternativos para retirar a pele, já que a cirurgia tradicional passou dos limites de valor que ele poderia pagar.

Ele passou por um novo método de retirada das peles que sobraram, uma espécie de "elevador corporal 360 graus", ele foi o primeiro a passar por esta cirurgia no Reino Unido. Segundo o próprio Jordan, ele preferia morrer durante a operação que continuar vivendo com aquele excesso de pele no corpo. A operação custou o equivalente a 29 mil reais.

Cirurgia de risco

Mesmo sabendo que era a primeira pessoa a passar por aquele tipo de cirurgia, o rapaz [VIDEO]sabia que aquilo era o necessário para que ele voltasse a se sentir bem consigo mesmo. Ele afirmou que se sentiu muito nervoso porque algumas pessoas afirmaram que ele poderia sangrar até a morte por conta do estilo da cirurgia, que consiste em realizar cortes em todo o corpo de uma só vez, mas mesmo assim se sentiu seguro por estar "em boas mãos".

A cirurgia durou cinco horas e ele perdeu todo o excesso de pele, sentindo-se "uma nova pessoa" e com um corpo consideravelmente modificado. O rapaz relembra que aos 19 anos o médico lhe aconselhou a perder o excesso de peso para que evitasse uma morte prematura. Ele perdeu o peso necessário em dois anos. Segundo ele, sua época de escola era complicada, já que ele sempre foi julgado pelo peso e passou muito tempo sendo intimidado.

Ele afirmou que na época em que a pele lhe deixava inseguro ele se sentia como "um saco de batatas", e sonhava em ter a barriga tanquinho. O jovem começou a arrecadar dinheiro online para conseguir pagar pela cirurgia até que foi procurado por um cirurgião, que lhe ajudou ao perceber todo o seu desespero para perder a pele desnecessária.