Qual critério você usa quando vai escolher seu café na prateleira do supermercado? Uns gostam de um café mais leve, outros buscam uma marca com sabor acentuado, outros preferem cafés que passaram por um tipo de torra específico, enquanto outros têm seu café favorito e não o trocam por nada. Mas você sabia que existe uma associação que pode lhe ajudar a escolher o café que você procura, além de garantir que os cafés produzidos e vendidos no Brasil atendam a um elevado padrão de qualidade?

Estamos falando da ABIC (Associação Brasileira de Indústria do Café), que conta com rigorosos e elaborados processos para certificar e garantir que o café que chega até sua xícara é uma bebida de padrão elevado, testada e aprovada por profissionais treinados e capacitados na área de análise sensorial de café.

Criado em 2004, o Programa de Qualidade do Café é uma destas medidas que garante que o café brasileiro seja um produto do mais alto nível.

Depois de realizar testes laboratorias com profissionais, a ABIC dá uma nota e classifica os cafés em quatro categorias: Tradicional [VIDEO], Extraforte [VIDEO], Superior [VIDEO] e Gourmet. Cada café tem uma nota de Qualidade Global (QG) que pode chegar a 10. Quanto maior a nota, melhor o café é considerado. Desta forma, o café recebe uma certificação de acordo com a nota alcançada, e um selo que o identifica em sua embalagem. Assim, ao adquirir um café no supermercado, você saberá através do selo da ABIC que ele passou pelos testes de qualidade e que se enquadra no que você procura.

Para atingir o padrão de qualidade e conseguir a certificação da ABIC, um café brasileiro precisa ter nota mínima de QG de 4,5.

Além do selo na embalagem, o consumidor também pode utilizar o próprio smartphone ou tablet para descobrir se aquele produto é certificado, além de ver opiniões de outros apaixonados por café sobre aquela marca.

Isso é possível através do aplicativo De Olho no Café, lançado pela ABIC em 2017. Através dele, você pode emitir sua opinião sobre um café, e suas impressões sobre o produto são posteriormente redirecionadas para o fabricante, que trabalha com o feedback dos clientes para melhorar cada vez mais a qualidade do café produzido no Brasil.

Entendendo o processo de certificação

Para analisar cada café produzido e vendido em nosso país, a ABIC realiza sua avaliação de acordo com alguns critérios. São eles: tipo de café, aroma, corpo, sabor, moagem, torra e bebida. Depois de analisado, o café tem sua nota aplicada por um provador experiente e treinado.

Considerados de qualidade regular e propícios para o consumo no dia-a-dia, os cafés Tradicionais e Extrafortes tem nota de QG entre 4,5 e 5,9.

A diferença entre o primeiro e o segundo é que, enquanto os cafés Tradicionais são geralmente mais leves em sabor, os cafés Extrafortes tem gosto mais intenso, ideal para quem procura um café de sabor mais acentuado.

Já os cafés Superiores também tem aroma e sabor mais notáveis em comparação aos Tradicionais e aos Extrafortes. Sua nota de QG fica entre 6,0 e 7,2, na escala intermediária de qualidade, refletindo em seu valor, que costuma ser um pouco mais elevado do que os Tradicionais e Extrafortes.

Por fim, os cafés Gourmet são considerados excelentes e de alta qualidade. Seu sabor é geralmente mais suave, pois os grãos utilizados são selecionados e exclusivos. Este tipo de café é indicado para pessoas com certo conhecimento sobre café, do tipo que aprecia notas frutadas e achocolatadas no sabor de sua bebida. Mais raros e finos, estes cafés costumam ter valor mais elevado entre os disponíveis no varejo. Sua nota de QG fica entre 7,3 e 10.

Se você se interessou sobre o Programa de Qualidade do Café existente no Brasil e quer saber outros métodos utilizados para garantir que o café comercializado no país seja o de melhor qualidade possível, acesse o site da ABIC e conheça mais detalhes. Lá, você também fica sabendo como funcionam outras avaliações e certificações da ABIC, como o Selo de Pureza, de Sustentabilidade e de Cafeterias, entre outros. Você também pode fazer o download do aplicativo De Olho no Café na App Store ou no Google Play e emitir sua opinião sobre os cafés provados.

Seja você fã de um café mais simples, próprio para o dia-a-dia, ou um especialista que só procura os cafés mais elaborados e exclusivos, a ABIC pode ajudá-lo(a). Na próxima vez que estiver em busca da marca ideal para você, lembre-se: café de qualidade é café certificado pela ABIC.