Nessa última quinta-feira (6) o presidenciável Jair Messias Bolsonaro [VIDEO] (PSL) sofreu um atentado na cidade de Juiz de Fora (MG) enquanto era carregado por apoiadores durante uma passeata. O ataque foi cometido por Adélio Bispo de Oliveira [VIDEO]que já foi encaminhado para o presídio federal em Campo Grande.

O candidato sofreu lesões no intestino grosso e delgado e foi submetido a uma cirurgia. Nessa sexta-feira (7) ele foi transferido, por decisão da família, para o Hospital Albert Einstein em São Paulo.

Infelizmente não é a primeira vez que ataques como esses, geralmente motivados por diferenças ideológicas, acontecem na história do Brasil e do Mundo.

Ataques que marcaram a história

  • O presidente dos Estados Unidos Abraham Lincoln foi assassinado em 1865 enquanto estava em um camarote presidencial do teatro Ford, em Washington. O assassino John Wilkes, um partidário dos sulistas, deu um tiro na altura da nuca de Lincoln e fugiu em seguida. Lincoln morreu sem ter visto a Emenda Constitucional que aboliu a escravidão, uma de suas lutas durante o seu mandato. O assassino de Lincoln foi preso dez dias depois.
  • Em 1914 o atentado ao arquiduque Francisco Ferdinando, herdeiro do Império Austro-Húngaro, foi o estopim para o início da 1ª Guerra Mundial. Ele e sua esposa foram mortos na cidade de Sarajevo, capital da Bósnia, por um membro do grupo Mão Negra que lutavam pela unificação dos territórios com população eslava que estavam sob o domínio do Império Austro-Húngaro.
  • O líder hindu Mohanda Karamchad Gandhi, ou Mahatma Gandhi foi um pacifista que lutou pela Independência da Índia, então colônia inglesa, fazendo uma greve de fome. Um ano depois de conseguir a libertação da Índia, Gandhi foi assassinado a tiros por um hinduísta fanático que discordava da liberação de recursos da Índia para o Paquistão e acusava Gandi de enfraquecimento do Governo Indiano.
  • Já no Brasil no ano de 1930 o advogado e político João Pessoa Cavalcanti de Albuquerque, então vice-presidente na chapa com Getúlio Vargas, foi assassinado por João Dantas por questões políticas, mas de acordo com alguns historiadores também por motivos pessoais. A morte de João Pessoa foi o estopim para a Revolução de 1930 dando início a Era Vargas.
  • John F. Kennedy foi assassinado no ano de 1963 enquanto desfilava com a primeira-dama no carro presidencial na cidade de Dallas. O presidente foi morto com pelo menos dois tiros desferidos por Lee Harvey Oswald. A morte do presidente Kennedy é envolvida em grandes mistérios e teorias de conspiração.
  • O ativista político Martin Luther King Jr. foi um dos principais líderes contra a discriminação racial nos Estados Unidos. Além disso, ele defendia os direitos das mulheres e foi contra a guerra do Vietnã. Luther King foi assassinado a tiros em 1968 enquanto se preparava para participar de uma marcha civil.
  • Em 1981 o Papa João Paulo II sofreu um atentado enquanto cumprimentava fiéis na Praça São Pedro. O pontífice foi atingido por três tiros sendo um no abdômen, outro no braço e uma na mão esquerda. O Papa passou por uma cirurgia que demorou 5 horas e que retirou 55 centímetros de seu intestino. O autor do atentado foi o turco Mehmet Ali Agca que foi condenado à prisão perpétua. Os motivos do atentado nunca foram esclarecidos.
  • Recentemente no Brasil a vereadora Marielle Franco foi morta no dia 14 de março, no Rio de Janeiro. A vereadora foi morta com três tiros na cabeça. O crime ainda não foi solucionado.