O Coringa é conhecido como um dos piores inimigos do Batman. O palhaço príncipe do crime já foi responsável por diversos momentos horripilantes na história de Gotham e alguns deles chegam a causar arrepios até nas pessoas com estômago mais forte.

Veja a seguir os 5 momentos mais doentios da história do Coringa.

O Retorno do Coringa - Batman do Futuro

No primeiro filme da série animada Batman do Futuro, o Coringa retorna depois de anos após a sua morte.

Para entender como o palhaço poderia ter feito isso, Terry McGinnis, o atual Batman, procura por Bárbara Gordon que atua como a comissária da polícia de Gotham.

A antiga Batgirl conta então a história de quando o Coringa morreu. Ela conta como o palhaço sequestrou Tim Drake, Robin naquela época, e o fez passar por diversas torturas para concretizar uma lavagem cerebral. O garoto sofreu tanto que chegou a revelar segredos, como a identidade do Batman para o criminoso.

O pior de tudo é que o Coringa faz o Batman assistir a tudo enquanto revela o que descobriu.

A situação escala até o ponto em que Tim fica armado frente a frente com o Batman sendo imobilizado pelo palhaço. O Coringa ordena que o jovem Robin atire em seu mentor, mas quem acaba sendo atingido é o próprio criminoso, que morre.

Apesar de ter sido derrotado, o Coringa conseguiu quebrar tanto a mente de Tim Drake quanto a do Batman.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Animes

The Joker

The Joker é uma das histórias escritas por Brian Azzarello sobre o palhaço do crime. Em um certo momento dessa história, após fugir do Asilo Arkham, o Coringa vai visitar um dos criminosos que costumava trabalhar com ele, Monty. O mafioso se tornou um grande líder do crime em Gotham e cresceu no mundo da corrupção. Porém, Monty cometeu o crime de transformar Harley Quin em uma striper para trabalhar em sua boate.

E como o Coringa respondeu a isso? Ele esfolou o ex capataz inteiro, vivo, e o fez andar pelo palco da própria boate na frente dos outros chefões do crime de Gotham. Monty morreu no palco e o recado para o mundo do crime foi dado.

Terra de Ninguém

No arco Terra de Ninguém, Gotham sofre com a chegada de um terremoto e fica devastada, entregue ao crime. O governo dos Estados Unidos risca a cidade do mapa e nega qualquer ajuda, explodindo suas pontes e separando Gotham do restante do país.

Para piorar a situação, o Coringa sequestra todos os bebês da cidade e os leva para um hospital, para causar caos na cidade. Sarah Essen, policial e esposa de Jim Gordon na época, segue o palhaço para conseguir salvar os bebês. Quando ela entra em um dos leitos do hospital consegue cercar o Coringa, que está na sala com todos os bebês no chão, vivos. Sarah está pronta para atirar contra o palhaço, até que ele joga um dos bebês para que ela o segure.

A policial salva o bebê da queda, mas acaba ficando indefesa e é morta pelo Coringa com um tiro na cabeça. O palhaço deixa o hospital com o corpo de Sarah para trás, sangrando enquanto os bebês engatinham sobre ela.

A morte de Jason Todd

Quando Jason Todd se tornou o segundo Robin a rejeição que o personagem sofreu foi enorme. A fim de mudar isso, a editora preparou uma votação em que o público decidiria se Jason morreria ou não.

Por fim, os votos decidiram pela morte do rapaz, que aconteceu nas mãos do Coringa.

O palhaço cria uma armadilha para o Robin, usando sua mãe como isca. Ao chegar no armazém em que sua mãe está presa, Jason acaba sendo capturado pelo criminoso. O Coringa segue seu plano espancando o rapaz com um pé de cabra em uma das cenas mais fortes dos Quadrinhos. Por fim, o palhaço deixa o garoto e sua mãe presos no local com uma bomba prestes a explodir.

Batman até tenta resgatar o Robin, mas acaba chegando tarde demais e o garoto morre. Esse momento marcou o Homem Morcego para sempre e ficou conhecido como um dos piores feitos do Coringa nos quadrinhos.

A Morte da Família

Em um de seus atos mais doentios, o Coringa, com a ajuda do Mestre dos Bonecos, arranca seu próprio rosto e foge de Arkham, deixando a face para trás. Após um ano do ocorrido, o palhaço volta para a cidade, invade Arkham e rouba o próprio rosto, só para usá-lo como máscara.

O que segue a volta do criminoso é um ataque minuciosamente planejado contra toda a Batfamília, e que o Coringa consegue capturar um por um atingindo seus pontos fracos e mexendo com seus traumas. No fim das contas, Batman consegue vencer, mas não sem que todos os membros de sua família fiquem marcados para sempre pelo ataque do palhaço.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo