10 erros que as mulheres cometem ao escolher lingeries

Escolher as roupas íntimas não é uma tarefa tão simples assim como parece e há algumas restrições que as mulheres devem se atentar.

1

Roupa íntima para cada tipo de corpo

Para mulheres com silhueta tipo “pera”, o ideal são as calcinhas estilo short ou de renda, pois elas cobrem os quadris, além de valorizar as nádegas. Já as mulheres com corpo do tipo "ampulheta", a melhor opção são as calcinhas de cintura alta, uma vez que as peças de cintura baixa não valorizam tanto o look e podem incomodar, pois ficam torcidas com frequência.

2

Roupas íntimas no dia-a-dia

É um erro usar peças íntimas modeladoras ou de seda todos os dias. Este hábito pode lhe trazer problemas de saúde e até o comprometimento da silhueta. O ideal para uso diário são os modelos “slip”, que são confortáveis e indicados para qualquer tipo de silhueta.

3

Harmonia nos conjuntos de lingeries

Adquirir conjuntos de roupas íntimas tem várias vantagens. Além das partes de cima e de baixo combinarem perfeitamente, elas são confeccionadas com o mesmo tipo de tecido.

4

Modelos de calcinhas

Calcinhas muito pequenas, como as peças "fio-dental", geralmente são confeccionadas com tecidos sintéticos, e por serem integralmente artificiais e sem poros, esses materiais não deixam a pele respirar, o que causa irritações e até mesmo a acumulo de bactérias nas regiões em contato com a calcinha.

5

Roupas íntimas 100% algodão

As roupas íntimas confeccionadas em 100% algodão são muito confortáveis, mas tendem a esticar e perdem seu formato original. Lingeries que contêm pelo menos 20% de lycra ou elastano em sua composição, contribuem na elasticidade da peça, prolongando sua vida útil em perfeito estado de conservação.

6

Usar roupas íntimas em casa

Em casa as mulheres costumam deixar os seios à vontade, mas esse hábito só vale para quem tem seios menores, pois ficar sem sutiã por um longo período pode comprometer os ligamentos do seio que casam estiramentos. O uso de um top esportivo é ideal nesse caso, desde que seja do tamanho correto.

7

Roupas íntimas escuras vs roupas claras

Antigamente as roupas íntimas de cores escuras usadas por baixo de roupas semitransparentes eram moda. Hoje em dia essa combinação não é mais vista com bons olhos no mundo das tendências e da moda.

8

O tamanho do sutiã

Mulheres mais desavisadas acham que um sutiã menor ou maior irá lhe proporcionar um melhor visual, mas quando são maiores que o normal para o corpo, não seguram os seios da forma correta e podem provocar dores nas costas. Por outro lado, sutiãs pequenos demais acabam afetando a circulação sanguínea.

9

Roupas íntimas modeladoras

Algumas mulheres optam por roupas íntimas modeladoras menores que o número adequado para seu corpo, o que pode afetar a circulação sanguínea, uma vez que a roupa pode ser usada durante várias horas ininterruptas por dia.

10

Roupas íntimas rendadas

Roupas íntimas escuras com rendas geram volumes indesejados na silhueta da mulher, seja por baixo de calças ou suéteres apertados que tenham cores claras.

Clique para ler mais e assistir ao vídeo
Ou então