5 coisas que todo enfermeiro de urgência e emergência deve saber

Video Avalie este título

Profissionais de enfermagem devem ficar atentos a algumas informações sobre conhecimento nos setores de urgência e emergência

1

Acolhimento e Classificação de Risco

1 - Acolher e classificar o risco do paciente é muito importante e pode ser um fator decisivo para salvar vidas.

2

Suporte Básico de Vida (SBV) e Suporte Avançado de Vida (SAV)

2 - A parada cardiorrespiratória é considerada como um dos principais eventos que requerem atenção imediata. Os enfermeiros devem estar preparados para atender os pacientes de forma ágil e eficaz. O Suporte Básico de Vida é uma sequência de etapas que devem ser realizadas em casos de risco iminente de morte; os procedimentos são efetuados sem realização de manobras invasivas. Já no Suporte Avançado de Vida, os procedimentos são invasivos e contam com suporte ventilatório e circulatório.

3

Assistência ao Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) e ao Acidente Vascular Encefálico (AVE)

3 - O Infarto Agudo do Miocárdio é uma das principais manifestações da doença arterial coronária. Já o Acidente Vascular Cerebral (AVC), também conhecido por Acidente Vascular Encefálico (AVE), é uma das maiores causas de morte e incapacidade adquirida. Portanto, os enfermeiros de urgência e emergência precisam estar preparados para realizar avaliação clínica e tentar identificar, da maneira mais precoce possível, o IAM e AVE ou AVC. Afinal, avaliações clínicas bem feitas, podem salvar vidas.

4

Emergências Obstétricas

4 - As principais causas de mortes de mulheres grávidas no Brasil são por hipertensão ou hemorragia. Os enfermeiros de urgência e emergência precisam saber como identificar, de forma precoce, a pré-eclâmpsia e eclampsia; assim como perceber as hemorragias gestacionais e uterinas. Esses quadros clínicos geram uma demanda constante de intervenções nos setores de urgência e emergência.

5

Febre hemorrágica

5 - A febre hemorrágica aparece de forma repentina. Os pacientes sofrem com esse sintoma devido a dor intensa que sentem durante o aumento da temperatura corpórea devido à hemorragia. Existe a tendência de que a febre hemorrágica afete o fígado, pulmões, rins ou baço; os levando à falência, ocasinando a morte do paciente.

Clique para ler mais e assistir ao vídeo
Ou então