5 personagens LGBT da DC Comics

O panteão de heróis da editora possui os tipos mais variados, tanto em questão de poder, quanto de orientação sexual.

1

Batwoman (Kate Kane)

A princípio, a Batwoman foi criada para abafar possíveis suspeitas de que o Batman fosse homossexual, em 1956. Anos depois a personagem foi reinventada como uma combatente do crime linha dura e também teve sua sexualidade mais explorada.

2

John Constantine

O detetive sobrenatural estreou nos quadrinhos em 1985, nas histórias do Monstro do Pântano. Constantine é bissexual desde sua primeira aparição nos quadrinhos.

3

Mulher Gato (Selina Kyle)

A ladra sempre foi vista como interesse amoroso do Batman nos quadrinhos, mas sua sexualidade nunca tinha sido explorada a fundo, até 2015. A DC resolveu desenvolver mais a personagem fazendo com que ela tivesse um affair com Eiko Hasigawa.

4

Bunker (Miguel Barragan)

Bunker surgiu na revista dos Jovens Titãs, em 2011, com o reboot dos Novos 52. Desde sua primeira aparição, Miguel já foi apresentado como homossexual.

5

Questão (Renee Montoya)

A detetive Renee Montoya tinha um caso com Kate Kane, a Batwoman. Ao assumir sua homossexualidade, Montoya deixou o departamento de polícia de Gotham e passou a combater o crime usando o nome Questão.

Clique para ler mais e assistir ao vídeo
Ou então