5 vezes em que os mutantes da Marvel chegaram próximos da extinção

Ciclope na capa de All New X-Men #11. (foto reprodução).
Ciclope na capa de All New X-Men #11. (foto reprodução).

Os mutantes são uma metáfora para as minorias da vida real e, assim como elas, já sofreram com diversas perdas.

Seja por uma doença que só afeta sua raça ou por grupos de extermínio compostos por humanos cheios de ódio, os mutantes já sobreviveram a diversas adversidades nos Quadrinhos e chegaram à beira da extinção mais vezes do que se pode contar. Apesar do homo superior continuar nas páginas dos quadrinhos, os perigos sempre vão rodear os X-Men e seus semelhantes.

1

Dias de um Futuro Esquecido

A saga se passa em um futuro em que um mutante assassinou o senador Robert Kelly e, a partir disso, o país se virou contra todos os mutantes. Foram criadas as Sentinelas, seres mecânicos feitos para destruir todo ser vivo que possua um gene X, o que eles conseguiram. Quando os mutantes estavam à beira da extinção, Kitty Pryde usou a extensão de seus poderes para viajar ao passado e alertar os X-Men sobre o que aconteceria, impedindo o futuro apocalíptico de se concretizar.

2

E de Extinção

No Run de Grant Morrison dos Novos Mutantes, os X-Men descobrem que Xavier tinha uma irmã gêmea a quem ele derrotou em um combate psíquico, selando ela do mundo. Ao conseguir voltar, Cassandara Nova começou sua vingança criando um enorme Sentinela e mandando-a atacar a ilha de Genosha, um santuário para os mutantes. A contagem de corpos desse evento passou dos milhões.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo