Não é novidade que todas as mulheres necessitam de manter sua Saúde íntima em dia e, visando obter esse resultado, recorrem ao ginecologista, o profissional indicado e formado para tratar da melhor maneira a saúde genital das mulheres.

Tais médicos atendem a mulheres de todas as idades, sendo de grande importância que elas não deixem de fazer uma consulta pelo menos uma vez ao ano, evitando dores de cabeça futuramente, com as doenças e coisas relacionadas a saúde do órgão genital.

Não deixe de conferir abaixo as 6 coisas que os ginecologistas não dizem, mas odeiam em suas pacientes:

1- Pacientes que pedem perdão por não se depilarem

Os profissionais foram estudados e acostumados para ver inúmeras regiões íntimas ao redor de todo o seu dia.

Não há necessidade alguma de pedir desculpa por não fazer a depilação.

O ideal mesmo é anotar o dia da visita ao médico e, evitando constrangimentos e o sentimento de vergonha, fazer a depilação antes. É importante ressaltar que eles recomendam não tirar todos os pelos da região.

2- Deixar de ir a consulta por vergonha

Um dos motivos mais tolos para deixar de ir ao médico, sem dúvidas é esse. Desde muito pequenas, as mulheres são frequentemente incentivadas a procurarem o profissional, mas, por vergonha e medo, algumas deixam de ir.

Essa atitude pode deixar os mais esquentados um pouco irritados, pois problemas que de início poderiam ser facilmente resolvidos, podem ter seu estado avançado pelo mau hábito de não procurar o especialista.

3 – Quando pacientes procuram e acreditam no que está na internet

O profissional estudou por inúmeros anos para poder exercer tal função e por isso, nada mais irritante para a maioria deles, aquelas mulheres que acreditam firmemente saber todos os sintomas de uma determinada doença, movidas por suas pesquisas na internet.

Mesmo a internet facilitando e ajudando nossa vida, nunca irá ser substituída por uma consulta de um mestre da área.

4 – Quando elas decidem esconder os sintomas

Por medo de se descoberta alguma doença indesejável, muitas delas optam por esconder os sintomas. Por mais estudados e acostumados a fazer inúmeros exames todos os dias, é extremamente necessário não esconder nada do que está sentindo, evitando problemas futuros.

É preciso ter a consciência de nunca ir ao especialista [VIDEO] com medo dele. Fale tudo o que está em sua cabeça, até mesmo coisas que possam parecer irrelevantes, pois isso ajudará a descobrir o melhor diagnóstico.

5 – Quando as mulheres deixam de fazer os exames de prevenção

Alguns exames são importantes serem feitos a cada três anos pelas pessoas de faixa etária de 20 a 65 anos. Dois deles, entretanto, são de grande importância, sendo os exames de Papanicolau e também o teste de Papiloma Humano.

6 – Deixar de tomar os remédios que eles indicaram

Infelizmente, muitas delas deixam de tomar os devidos remédios que são indicados pelos médicos [VIDEO], fazendo em muitos casos, que a doença volte bem mais forte do que antes.

O ideal mesmo é tomar os remédios que eles indicaram seguindo o prazo correto, e também, se possível, voltar ao escritório para fazer um novo check-up