7 ex-BBBs que causaram problemas à Globo

Desde violência contra a mulher até acusação de abuso, esses ex-BBBs deram algum tipo de problema à Globo.

1

Marcos Harter (e Emilly Araújo)

O brother é um tremendo falastrão e foi expulso do programa por uma agressão cometida à Emilly Araújo. Depois que saiu do Reality, 'detonou' a Globo e Boninho e quando participou de 'A Fazenda' também criticou na concorrente, o programa que o projetou.

2

Fani Pacheco

Fani participou do BBB7 e depois do BBB13. No primeiro, tudo certo, mas depois desta segunda experiência ela fez duras críticas ao canal. A ex-sister acusou a produção do reality de não dar os remédios antidepressivos que ela usava e que, por isso, ficou emocionalmente instável.

3

Elenita Rodrigues

Detonou o BBB depois que participou. Ela achava que seria projetada no meio acadêmico, mas o que aconteceu foi o contrário. Doutora em linguística, ela começou a ser preterida nas bancas de avaliação e em outras atividades acadêmicas.

4

Daniel Echaniz

O ex-BBB Daniel Echaniz foi acusado de abusar da também ex-BBB Monique Amin. Ele se deitou com a jovem depois de uma festa e ela se encontrava bêbada. Apesar de nunca ter sido comprovado o abuso, ele foi expulso do programa e teve sua reputação atacada. Foi o primeiro e único caso de eliminação por abuso sexual no BBB.

5

Francieli Medeiros

Sua participação foi uma verdadeira tragédia. Ela perdeu o emprego de conciliadora, por ter dado entrevista à Globo numa sala de audiências sem autorização e ainda acusou a Globo de prejudicá-la nas edições. Os dois lados saíram perdendo.

6

Mirla Prado

Mirla Prado acusou Boninho de 'acabar com sua vida' por conta das edições. Ela saiu como uma uma 'mosca morta': "Quando saí, vi o estrago que tinha feito na minha vida. Me mostrava sempre calada, uma mosca morta, foi como ele me nomeou". Pelo jeito, nem o Big Boss também quer tê-la no programa.

7

Laércio de Moura

Este aí caiu por falar demais. Aliás, não só por isso, pois ele já era um criminoso, segundo a Justiça. Ele disse que gostava de meninas mais novas e foi acusado por Ana Paula Renault de ser pedófilo. Ao sair, uma menina o acusou de abuso e diante de provas contundentes, o ex-BBB foi denunciado e condenado a 12 anos de prisão por estupro de vulnerável e armazenamento de material contendo cenas de sexo explícito ou pornográfica envolvendo crianças ou adolescentes.

Clique para ler mais e assistir ao vídeo
Ou então