Ano de Eleições no Brasil e há meses não se fala em outra coisa a não ser quem serão os nossos representantes pelos próximos quatro anos. Para quem acompanha frequentemente o noticiário desse período, não deve ser difícil notar que o processo eleitoral deste ano está fugindo do padrão visto em outras eleições. Confira as curiosidades que o primeiro turno rendeu para o cenário político do país:

Jair Bolsonaro venceu em primeiro lugar em todos os municípios do Estado do Rio de Janeiro

Jair Bolsonaro conseguiu vencer em 92 cidades do Rio de Janeiro, sendo que em apenas 10 municípios ele teve resultado inferior a 50% dos voto válidos.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Eleições

Já o seu adversário no segundo turno, Fernando Haddad, teve um rendimento baixíssimo nesse Estado.

Haddad e Bolsonaro empataram em uma cidade no Paraná

Na cidade de Amaporã-PR, Jair Bolsonaro e Fernando Haddad ficaram curiosadamente empatados com o número e o percentual exato de votos, sendo 40,83% dos votos o que totaliza em exatos 1.191 votos para cada candidato, fenômeno que não ocorreu em nenhum dos outros milhares de municípios do país.

De 625 cidades do Estado de SP, Haddad venceu em menos de 20, e Alckmin não venceu em nenhuma

Semelhante ao desempenho de Jair Bolsonaro no Estado do Rio de Janeiro, em São Paulo, Bolsonaro venceu no primeiro turno em quase todos os municípios do Estado, nem mesmo o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, que é ex governador do estado, obteve rendimento no eleitorado paulista.

Enquanto Haddad ganhou com sobra na cidade "berço do Bolsa Família", Bolsonaro ganha com sobra na cidade que em Aécio foi recordista em 2014

A cidade de Guaribas-PI é considerada como o "berço do Bolsa Família" e é a cidade do Brasil onde o candidato do PT [VIDEO] foi mais votado, tendo 93,24% dos votos contra 2,98% de Ciro Gomes, que foi o segundo colocado. Por coincidência, foi na cidade de Nova Pádua-RS, onde Aécio bateu o recorde de presidenciável mais votado em 2014, que Jair Bolsonarofez mais votos, com 82,75% dos votos contra 4,48% dos votos do segundo colocado, Fernando Haddad.

Recorde de abstenções

As eleições de 2018 [VIDEO] bateram o recorde de abstenções, tendo o maior número desde as eleições de 1998, cerca de 30 milhões de eleitores não compareceram ao local da votação, o que corresponde a 20,3% de abstenções, número que se aproxima muito dos 21,5% de abstenções das eleições de 1998.

PSDB fora do Segundo Turno

Essa é a primeira vez desde 1994 que não haverá um tucano contra um petista concorrendo ao cargo de Presidente da República no segundo turno eleitoral.

Recordes eleitorais

  • Henrique Meirelles foi o candidato que mais investiu dinheiro do próprio bolso em campanha eleitoral, foram investidos R$ 54 milhões, mas que não tiveram retorno eleitoral nenhum.
  • Essa foi a pior eleição presidencial do PSOL na história. Guilherme Boulos obteve apenas 0,58% dos votos válidos, contra Plínio de Arruda Sampaio que, em 2010, conseguiu cerca de 0,86% dos votos.
  • Janaína Paschoal, do PSL, foi a mulher mais votada ao cargo de deputada estadual na história do Brasil, elegendo-se com mais de 2 milhões de votos no Estado de São Paulo.
  • Eduardo Bolsonaro, filho do presidenciável Jair Bolsonaro, tornou-se o candidato a deputado federal mais votado na história do Brasil, superando Enéas Carneiro em 2002.
  • De 54 senadores que tiveram o seu tempo de mandato esgotado, 32 tentaram a reeleição e apenas 8 foram reeleitos.