Vikings está prestes a iniciar a segunda parte de sua quinta temporada. Pôsteres recentes mostram Ivar sendo coroado o novo rei. O que muitas pessoas não sabem é que a história da série foi inspirada em fatos reais e mesmo os produtores mudando várias coisas, eles mantiveram alguns aspectos históricos.

Também chamado de Ivar, filho de Ragnar, ele foi um grande líder viking e comandante militar que invadiu o que conhecemos hoje como a Inglaterra. Ele aparece por volta do ano de 965, quando foi líder de um grande exército pagão.

Pouco mais tarde, após serem derrotados pelo rei Stelvulfo, da Saxônia Ocidental, os vikings decidiram ir mais para o norte, para Ânglia Oriental.

As sagas reconhecem a invasão deles como uma resposta direta à morte de Ragnar por Ela da Nortúmbria em 865, no entanto, a historicidade da reivindicação ainda é muito incerta.

Isso porque os povos da época não tinham o costume de escrever sobre suas histórias. Elas eram contadas através do famoso ‘boca a boca’ e por poetas e contadores de histórias. Por volta do ano de 865, os vikings chegaram à Ânglia Oriental, porém, foram impelidos de acordar a paz com o então rei Edmundo.

Ficaram no local durante o inverno antes de seguiram para Nortúmbria no final de 965. Mais parte, no ano de 867, os Nortúmbrios pagaram um tributo e os invasores colocaram Egberto I como títere e marcharam para a Mércia.

O espírito de liderança e poder

Para ser capaz de liderar um exército, Ivar precisava ser intimidador e muito estratégico.

Apesar de sua deficiência, ele era forte o suficiente para usar um arco e flecha causando ferimentos mais prejudiciais do que um soldado comum.

Ivar também era descrito como um guerreiro que se elevava sobre os seus oponentes, levando a crer que seus inimigos o conheciam também como ‘um gigante’. Isso de certa forma acaba prejudicando a teoria de que ele era incapacitado.

Morte

Alguns relatos falam que sua morte foi por volta do ano 873 e teria ocorrido devido a uma ‘doença súbita’. Isso pode explicar muito bem o seu apelido, já que a doença teria causado sérios danos aos seus ossos.

Durante muitos séculos, historiadores têm procurado o seu túmulo. Em 1686, um túmulo de um enterro viking acabou sendo descoberto em uma área onde Ivar derrotou um exército mércio.

Nele, havia uma pessoa aparentemente de grande importância enterrada e cerca de outros 260 esqueletos.

Confira a história completa de Ivar, o Sem-Ossos:

Leia também:

Vikings: A verdadeira história de Lagertha [VIDEO]

Vikings: teaser da 5ª temporada deixa fãs preocupados com destino de Lagertha [VIDEO]