11 empregos incomuns que pagam bem

Cheiradores de suvacos profissionais podem ganhar até R$ 150 mil reais por mês.
Cheiradores de suvacos profissionais podem ganhar até R$ 150 mil reais por mês.

Existem muitos empregos que sequer imagina-se que existam, e o melhor: eles remuneram muito bem o trabalhador.

Publicidade

Empregos incomuns podem ser descritos como aqueles pouco percebidos no dia a dia das pessoas. Advogados, jornalistas, médicos, lojistas, farmacêuticos... enfim, uma gama de profissões bastante comuns no cotidiano de todos. No entanto, há profissionais que pouco são conhecidos, com empregos que podem, inclusive, ser taxados como "excêntricos". Afinal, quando o emprego tende a ser incomum, o olhar de incerteza do outro se torna muito comum.

Aqui, listamos alguns dos empregos mais incomuns observados. Empregos incomuns, no entanto, que remuneram muito bem seus trabalhadores. Está infeliz no seu atual trabalho? Bom, o mercado de trabalho está se renovando, então por que não investir numa carreira incomum? Veja algumas delas.

1

O Abraçador Profissional

Está se sentindo um pouco triste e para baixo? Por que, então, não contratar um abraçador profissional? Pois é, parece um pouco diferente, mas é real. Há empresas que oferecem esse serviço. O abraço profissional, entretanto, não é barato, e a pessoa que deseja o abraço precisa desembolsar de US$ 60 a 80 (cerca de R$ 250) por hora.

Publicidade
Publicidade
2

Mergulhador de bolas de golfe

Os mergulhadores de bola de golfe têm uma função: buscar bolas que caíram dentro dos lagos. Ao invés de comprar novas bolinhas todas as vezes que uma cair na água, um profissional é pago para caçá-las nos lagos. O salário varia de acordo com quantas bolas um profissional pega ao longo do dia. Ao pegar uma bola, cerca de 11 centavos de dólar vão para o bolso do mergulhador. Entretanto, um profissional experiente consegue pegar cerca de 1000 bolas por hora, e o valor aumenta significativamente.

Publicidade
Publicidade
Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo
Publicidade
Publicidade