12 mulheres negras que venceram o preconceito e fizeram a diferença no cenário brasileiro

Mariele Franco foi brutalmente assassinada em março desse ano
Mariele Franco foi brutalmente assassinada em março desse ano

Essas mulheres lutaram contra o preconceito de raça e gênero e conquistaram um lugar importante na sociedade, merecendo reconhecimento.

No Dia da Consciência Negra, uma homenagem singela e mais do que justa a essas mulheres que representam a força da Mulher afro no Brasil.

1

Mariele Franco

Mariele Franco cresceu no Complexo da Maré, tornando-se, em 2006, a quinta vereadora mais votada da cidade do Rio de Janeiro. A base de sua luta eram os direitos humanos e os moradores das favelas, além de emprestar sua voz aos movimentos feministas, LGBT e negros. A vereadora foi brutalmente assassinada em 14 de março deste ano e o crime ainda não foi esclarecido.

2

Rachel Maia

Nascida na periferia de São Paulo, Rachel relembra que na infância, aos domingos, um único frango era dividido entre 11 pessoas de sua família e cada centavo era contado em sua casa. A infância pobre foi decisiva para ela aprender a investir o dinheiro que recebia no início de sua vida profissional. Hoje ela é a única brasileira negra que é CEO de uma multinacional no país, a Lacoste.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo