5 coisas que os pais não devem dizer para as crianças

Video Avalie este título

Estes são exemplos de como as palavras podem interferir de forma positiva e negativa na vida dos filhos.

Ser mãe ou pai nem sempre é tão fácil como muitos julgam. Afinal de contas, para educar uma criança é necessária uma boa dose de compreensão, paciência, amor [VIDEO] e muita, mas muita comunicação [VIDEO] e dedicação. Detalhes que diversas vezes são absolutamente ignorados pelos pais.

Algumas situações e palavras devem, inclusive, serem evitadas em conversas com os filhos [VIDEO] ou com outras crianças, a fim de não prejudicar o desenvolvimento das jovens mentes.

1

Não faça promessas que não possa cumprir

Muitas vezes os pais prometem para os seus filhos coisas que sabem que não vão cumprir. No entanto um fato que muitos pais e mães desconhecem é que ao fazer isso você poderá desestimular a confiança que o pequeno deposita em você.

2

As crianças sempre questionam

É habitual que as crianças questionem o motivo de tudo. Porém, muitos pais, ao se depararem com os questionamentos, simplesmente se restringem ao porque sim ou porque não. No entanto, os pais esquecem que os porquês dos filhos são importantes para que eles compreenderem mais sobre a realidade em que vivem.

3

Não atribua qualidades negativas

Certamente você já ouviu pais dizendo ao filho(a) como é preguiçoso(a), teimoso(a), entre outras palavras negativas. No entanto, fazendo isso, os pais estão prejudicando a autoestima dos pequenos e poderá vir a comprometer ainda mais seu comportamento.

4

Seja sempre sincero

Alguns pais apelam para algumas mentiras ao conversar com os pequenos, porém, o que diversas pessoas não sabem é que, ao mentir para os pequenos, comprometem a confiabilidade dos jovens. Por isso, a sugestão é que você diga sempre a verdade.

5

Não compare com outras crianças

Muitas vezes nos deparamos com pais comparando seus filhos com as demais crianças e frases do tipo ''Você poderia ser como seu amiguinho, ou se comportar como o ela ou ele", entretanto, ao fazer isso, os pais não consideram que dessa forma está afetando o amor-próprio da criança, então a dica é que, sem falsos elogios, busque destacar as qualidades do seu pequeno.

Clique para ler mais e assistir ao vídeo
Ou então