5 detalhes que diferenciam O Mundo Sombrio de Sabrina da série da bruxinha nos anos 90

A série estreou recentemente na Netflix, e a trama se diferencia da apresentada em Aprendiz de Feiticeira.

1

Ambas as séries são baseadas em histórias em quadrinhos diferentes

A Sabrina de Aprendiz de Feiticeira é baseada em uma personagem que surgiu nos quadrinhos de Archie, nos Estados Unidos. Já a personagem do Mundo Sombrio é baseada em um reboot pelo qual a bruxinha passou. A segunda história foi escrita por Roberto Aguirre-Sacasa e é bem mais sombria.

2

O gato Salém

Na série dos anos 90, o gato preto é um bruxo que foi amaldiçoado a ficar preso no corpo de um felino. Ele é espirituoso, sarcástico e piadista, sempre falando com Sabrina durante a trama. Já no Mundo Sombrio, Salém não fala, mas mesmo assim participa ativamente da trama.

3

O primo Ambrose

O alívio cômico do Mundo Sombrio fica por conta de Ambrose, o primo da protagonista, que foi condenado à prisão domiciliar por ter tentado explodir o Vaticano. Ambrose não existe na série dos anos 90, mas existe nos quadrinhos de 2004.

4

Os pais de Sabrina

Na série dos anos 90, os pais da bruxinha estão vivos e se divorciaram. Sua mãe fica proibida de vê-la até que Sabrina complete 18 anos, enquanto seu pai teve que voltar para o Outro Reino. Já na versão da Netflix, a feiticeira é órfã e chega até a ser insinuado que a morte de seus pais não tenha sido um acidente.

5

O Outro Reino

A dimensão paralela em que todos os seres mágicos existem está presente na série dos anos 90, mas não na versão da Netflix. Ao invés disso, o Mundo Sombrio apresenta uma escola de magia.

Clique para ler mais e assistir ao vídeo
Ou então