5 fatos que as pessoas com depressão gostariam que os outros soubessem

Muitas pessoas não sabem como agir perante os sintomas de depressão e, na tentativa de amenizar, leigos podem prejudicar ainda mais o indivíduo.

1

Depressão não é sinônimo de tristeza

Para o depressivo, o que pode ocasionar o agravo da doença são pensamentos negativos quanto ao futuro incerto. Não se trata somente de chorar pelos cantos o dia inteiro, pelo contrário, existem pacientes que não conseguem chorar. Muitos relatam a sensação de não se sentirem entusiasmados com as coisas da vida, pois se perde a graça em muitos sentidos.

2

Também não é preguiça

Quem possui depressão tem a capacidade de concentração comprometida, então, coisas simples como ver novela, por exemplo, são atividades deixadas de lado. Podem permanecer deitados, mas, não necessariamente estão dormindo. O paciente perde a energia, porém, em muitos casos, tem a insônia como um dos principais sintomas.

3

Somos os que mais duvidamos dos sintomas

Mesmo que a sua intenção seja a melhor possível, com certeza, o paciente já tentou vários passos para sair da situação, tais como: dar um passeio, pensar que é somente uma fase e procurar se animar. Quando um colega vier te contar a respeito do que ele está passando ou muitas vezes apresentar os sintomas, indique que ele procure um especialista.

4

Achamos que somos culpados por eles

Muitos se sentem culpados pelos caminhos e pelas atitudes que tomaram ao longo da vida, que muitas vezes, estão relacionados ao fracasso. Com isso, tendem a praticar o sentimento de culpa demasiadamente, então, caso você conheça alguém assim, procure não dizer coisas como: isso não é nada, pare de ser exagerado, você ainda é jovem.

5

Não é só tomar um remédio

A medicação depende do tratamento de cada paciente, muitos podem tomar remédios por anos e outros por meses. O corpo precisa fazer ajustes aos remédios, e isto, não é uma tarefa fácil, pois, existem os efeitos colaterais do organismo ao absorver a medicação.

Clique para ler mais e assistir ao vídeo
Ou então