5 informações sobre o Alzheimer

A doença, que se agrava ao longo do tempo, ainda não possui cura, mas pode e deve ser tratada.

Ainda sem ter uma cura encontrada, o Alzheimer é uma enfermidade neuro degenerativa que provoca a redução das funções cognitivas (orientação, linguagem, memória e atenção), interferindo diretamente na personalidade e no comportamento da pessoa. O nome oficial dessa doença é uma referência ao primeiro médico que a descreveu, em 1906: Alois Alzheimer.

1

Estágio Inicial

Por ser mais comum entre idosos, o estágio inicial muitas vezes passa despercebido, uma vez que os sintomas nessa etapa podem ser confundidos com comportamentos comuns da idade, tais como: Perda de memória, desorientação espacial e temporal, alterações visuais e problemas na fala.

2

Estágio Intermediário

Com o avanço da doença, os sintomas se agravam e as limitações aumentam, dificultando a vida da pessoa, que nessa fase se torna incapaz de reconhecer seus próprios familiares, não consegue guardar informações e precisa de constante supervisão.

3

Estágio Avançado

Em sua fase avançada, os distúrbios de memória são muito mais graves e afetam o lado físico, causando, entre outras dificuldades: a de caminhar, comer, de compreender o que está acontecendo ao seu redor, dificuldade na deglutição e incontinência urinária e fecal.

4

As causas

Ainda não se sabe exatamente qual é a causa do Alzheimer, porém acredita-se que a doença é resultado de uma combinação de vários fatores genéticos, ambientais e do estilo de vida que afetam o cérebro ao longo dos anos.

5

O tratamento

Para garantir a qualidade de vida de uma pessoa com Alzheimer, é importante contar com ajuda médica, porque o tratamento atrasa a evolução da doença.

Clique para ler mais e assistir ao vídeo
Ou então