6 famosos que morreram em 2018 e muita gente não sabe

Grandes nomes da televisão brasileira que nos deixaram no ano de 2018 e vão ficar para a história.

1

Henrique César

O ator já fez várias novelas importantes na Rede Globo. Já fez "O Cravo e a Rosa", "Passione", "Canção para Isabel" e entre outros. Henrique morreu no dia 9 de janeiro, aos 84 anos de idade. Ele tratava de um câncer no estômago e estava internado no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, no bairro de Acari, zona norte do Rio, com pneumonia e metástase de um carcinoma.

2

Cantor Mr catra

Um dos maiores cantores de funk deste país nos deixou e a causa da morte foi um câncer no estômago. Ele morreu aos 49 anos, no dia 9 de setembro. Um dos seus maiores sucessos foi "Adultério", que é um hit que faz sucesso até hoje. Catra deixa três mulheres e 32 filhos.

3

Beatriz Segall

Beatriz de Toledo Segall foi uma atriz brasileira de teatro, cinema e televisão, conhecida por interpretar a grande vilã Odete Roitman em Vale Tudo, um grande sucesso da teledramaturgia brasileira. Ela faleceu no dia 5 de setembro, aos 92 anos. Desde o início de 2018, a atriz enfrentava problemas de saúde após ter sofrido uma queda em casa, além de ter sido acometida por uma pneumonia.

4

Agildo Ribeiro

Ele foi um dos maiores humoristas do Brasil, sua forma de fazer humor era única. Morreu no finalzinho de abril de 2018 por causa de problemas cardíacos. Ele se foi com 86 anos de idade e deixou seus amigos, familiares e seguidores muito abalados.

5

Carlos Eduardo Miranda

Miranda criou selos para lançar artistas de fora do eixo Rio-SP. Na TV, foi jurado no reality show 'Ídolos'. O artista tinha 56 anos e sofreu um mal súbito em sua casa. Muitas pessoas prestaram homenagens ao Miranda no dia da sua morte, inclusive as bandas que ele ajudou a revelar.

6

Carlos Heitor Cony

Carlos Heitor Cony foi um jornalista e escritor brasileiro. Era editorialista da Folha de S.Paulo e membro da Academia Brasileira de Letras desde 2000. Ele faleceu, aos 91 anos, no dia 5 de janeiro deste ano.

Clique para ler mais e assistir ao vídeo
Ou então