9 iguarias gastronômicas que podem ser encontradas em exposição no Museu da Comida Nojenta

O museu, localizado na cidade de Malmö, na Suécia, traz 80 das comidas mais nojentas, estranhas ou malcheirosas do mundo.

1

Vinho chinês

Dizem os entendedores da bebida que a forma como o vinho é conservado faz toda a diferença na qualidade de seu sabor. Esse vinho em exposição no Museu da Comida Nojenta é de origem chinesa e é conservado com filhotes de ratos mortos.

2

Queijo típico da sardenha

Para acompanhar o vinho conservado com filhotes de ratos, esse queijo, chamado Casu Marzu, da Sardenha, traz centenas de larvas em seu interior.

3

Bloody Mary

Para quem gosta de um bom drink, esse Bloody Mary feito na Mongólia traz um olho de carneiro conservado em suco de tomate.

4

Ballut egg

A apresentação até não é das piores, mas o ingrediente principal desse prato é um embrião de pato cozido.

5

Porquinhos da Índia

Prato típico dos Andes, no Peru. Os porquinhos da Índia são servidos dessa forma.

6

Grãos de soja

Esse é o Natto, prato típico japonês, com grãos de soja fermentados com a bactéria Bacillus subtilis.

7

Tarântula frita

Há quem entre em pânico só de ver essa imagem, mas há que coma tarântulas fritas.

8

Surströmming

Essas latinhas são típicas da Suécia e são conhecidas mundialmente devido ao forte odor do alimento nelas contido. Trata-se de arenque fermentado em salmoura por cerca de seis meses.

9

Pênis de boi

Essa iguaria nada mais é do que um pênis bovino e pode facilmente ser encontrada na China.

Clique para ler mais e assistir ao vídeo
Ou então