5 mentiras comuns contadas no mercado de trabalho

Em vários casos, tanto quem vai contratar quanto quem está atrás de uma vaga passam informações falsas.

Anúncio
1

Vagas fantasmas

Buscando saber como está o mercado de trabalho, a qualificação dos profissionais e quanto eles estão pedindo de salário, empresas têm colocado na internet vagas que simplesmente não existem.

2

Salário turbinado

Outra prática, agora feita pelos candidatos a uma vaga, é inflacionar o salário que recebia no emprego anterior. De acordo com Lucas Oggiam, gerente executivo da Page Personnel, consultoria global de recrutamento, isso é mais comum nas pessoas que trabalham como Pessoas Jurídicas.

3

Mentiras sobre a saída do antigo emprego

Não querer expor problemas com o emprego anterior no novo trabalho é compreensível, mas para Oggiam, o problema é quando a omissão de informações impacta diretamente em alguma exigência comportamental ou técnica.

Advertisement
Anúncio
4

Qualificação real

Em uma entrevista de emprego é comum um candidato promover suas habilidades profissionais, o problema começa quando se começa a mentir ou inflar demais tais habilidades. “Em pouco tempo os gestores vão perceber que a pessoa não tinha a experiência exigida”, diz Oggiam.

Advertisement
5

Certificados duvidosos

Também é comum pessoas apresentarem certificados de cursos e capacitação de procedência duvidosa ou omitir informações como a real carga horária, experiência no exterior e extensões. Os candidatos acreditam que certificados falsos ou suposta participação em projetos vão ajudá-los na hora da entrevista, porém segundo o gerente, isso pode até ajudar no currículo, mas não sobreviverá na entrevista presencial.

Clique para ler mais e assistir ao vídeo
Ou então