7 pessoas criativas que não se apertam diante de um problema

A criatividade das pessoas não tem limites quando se envolve preguiça, humor e economizar dinheiro e tempo.

A frase "para tudo há uma solução" sugere que não importa qual o problema que alguém esteja enfrentando, sempre haverá uma saída para solucioná-lo. No entanto, algumas pessoas levam isso um pouco mais a sério e surpreendem com sua criatividade e senso de humor, pensando nisso, separamos algumas façanhas que apenas uma pessoa extremamente criativa podem fazer.

1

Manter a temperatura da pizza

Talvez alguém opte por buscar sua pizza ao invés de pedir para entregar, ma há um grande risco dela esfriar. Uma solução criativa para manter a pizza aquecida é usar o ar quente do carro.

2

Leve seu próprio queijo

Esse homem não concordou com o valor do queijo extra em seu lanche, então ele resolveu levar seu próprio queijo escondido no boné, para a lanchonete.

3

Sensor de ré

Para quem está cansado de sofrer raladas no carro por causa de maus motoristas, uma forma barata de criativa de improvisar um sensor de ré para o seu companheiro de estacionamento é utilizando alguns frangos de borracha seguindo o exemplo da imagem abaixo.

4

Porta-sanduíche a prova de quedas

Todos sabemos que não se pode dirigir e comer ou beber ao mesmo tempo por um motivo de segurança no trânsito, no entanto, algumas pessoas teimam em fazer isso e ainda usam técnicas criativas para não deixar seu lanche cair.

5

Método anti-respingo

Uma pessoa cansou de ter o seu fogão respingado de óleo e gordura sempre que fritava alguma coisa, então ela resolveu colocar pratos nas bocas do fogão para facilitar a limpeza. Muitas pessoas também vão fazer isso após ler este artigo.

6

Suporte para celular

Nem sempre é possível ter um suporte de celular quando se precisa, mas se usar a criatividade, conseguirá solucionar este problema com um simples carregador.

7

Pessoas que vivem em 2045

Essa imagem mostra que já tem pessoas preparadas para viver em 2045, quando os computadores forem substituídos por dispositivos móveis, é assim que viveremos.

Clique para ler mais e assistir ao vídeo
Ou então