Um fato acontecido no Distrito Federal está sendo investigado pela Polícia Civil, onde um pai segurou um menino de apenas seis anos de idade, para que seu filho pudesse lhe agredir no rosto. O caso aconteceu em um condomínio fechado, na Octogonal, em Brasília, no último domingo, mas as imagens só foram divulgadas recentemente.

As duas crianças estavam brincando de bola na quadra do condomínio, quando o filho do casal em questão acabou caindo e bateu a boca no chão, por consequência da queda, ele começou a sangrar, no vídeo dá para ver que a criança caiu sozinha ao tentar driblar o outro menino que não chegou sequer a encostar nele.

Pouco tempo depois, os pais do menino que se machucou aparecem nas imagens gravadas por câmeras de monitoramento para tirarem satisfações com o menino que estava brincando com o filho deles.

A tia do menino agredido informou que ao subir para o apartamento dos pais com a boca sangrando, ele culpou o coleguinha dizendo que foi agredido por ele, nas imagens gravadas aparecem, mãe, pai e filho para indo tirar satisfações com a criança de 6 anos, o pai então segura o menino com os braços para trás para que o filho lhe agride no rosto, depois a mãe empurra a criança que cai ao chão.

Revolta e indignação por causa da agressão contra a criança

O casal vai embora com o filho deixando o menino ali, sozinho e acuado, a tia do garoto agredido fez um post em um grupo de mães contando o ocorrido, Jucinea Nascimento fez um desabafo sobre o fato ocorrido, ela contou que o pai do menino que se machucou ao cair, segurou os braços do sobrinho dela para trás e nesse momento, mandou que seu filho batesse nele, o filho então desferiu um soco no rosto da criança que estava com medo de tudo o que acontecia ali naquele momento.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

A tia do menino agredido ainda disse que o homem ainda ameaçou o sobrinho dela com duas sandálias que ele segurava em suas mãos. Quando ela foi até o apartamento do casal para saber o que tinha acontecido, eles a trataram mal recebendo a mulher aos berros enquanto diziam que ela deveria educar melhor o seu sobrinho. Ela disse que as cenas gravadas são deprimentes, dois adultos tirando satisfação com uma criança indefesa, por causa de um acidente normal de um jogo de futebol com crianças é algo inadmissível.

A mulher registrou um boletim de ocorrência depois de ver as imagens do ocorrido e a Polícia Civil está investigando o caso, a criança fez o exame de corpo de delito e a tia espera que a polícia dê prosseguimento ao caso. O sobrinho mora em outra cidade e estaria passando alguns dias na casa da tia no período das férias escolares.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo