Nesta quarta-feira (12), o Atlético Paranaense enfrentou o Júnior Barranquilla pelo jogo de volta da final da Copa Sul-Americana. A vitória nos pênaltis não apenas garantiu o primeiro título internacional para o Furacão, como também o fez escapar da lista dos times que chegaram à final e perderam o título.

Curiosamente, o desempenho de dois brasileiros vice-campeões do torneio Sul-Americano se opuseram à campanha das equipes no Brasileirão, quando mesmo sendo finalistas do segundo torneio mais importante da América do Sul, foram rebaixadas no campeonato nacional.

2009 - Fluminense

Após o Internacional no ano anterior ter sido o primeiro time brasileiro a vencer a competição, o Fluminense tentou repetir o feito em 2009.

O adversário era a LDU do Equador, time que havia vencido o Tricolor na final da Libertadores de 2008 e por isso havia um gosto de revanche. Porém a derrota por 5 a 1 na altitude de Quito complicou a situação, que não conseguiu ser revertida com a vitória por 3 a 0 em casa.

2010 - Goiás

Em 2010 o Goiás ficou bem perto de sua maior conquista, curiosamente no mesmo ano que caiu para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, ao chegar na final da Sul-Americana. O adversário era nada menos que o Independiente da Argentina, mesmo assim, no primeiro jogo, disputado no Serra Dourada, o Esmeraldino fez 2 a 0, porém na volta os argentinos venceram por 3 a 1 e como na decisão não valia o gol fora para desempate, a decisão foi para os pênaltis, onde os goianos foram derrotados.

2013 – Ponte Preta

Três anos depois, em 2013, foi a vez da Ponte Preta viver situação muito semelhante a do Goiás. Rebaixada no Brasileirão daquela temporada, a Macaca teve um argentino pela frente, no caso o Lanús, onde buscaria seu primeiro grande título em mais de 100 anos de fundação. O empate em 1 a 1 no Pacaembu – não pode jogar em Campinas por conta do regulamento -, tornou as coisas complicadas para o jogo da volta, na Argentina, onde os donos da casa venceram por 2 a 0.

No caminho o time do interior de São Paulo deixou para trás o atual campeão São Paulo, além do Vélez Sarsfield, com direito a vitória na Argentina.

2017 – Flamengo

O Flamengo foi outro brasileiro a ter um argentino pela frente na decisão e perder. Algoz do Goiás sete anos antes, o Independiente foi o adversário do Flamengo.

Na Argentina o Rubro-Negro perdeu por 2 a 1 e na volta, no estádio do Maracanã, não conseguiu ir além de um empate em 1 a 1.

Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!