O Guns N' Roses, está nas ruas. A turnê mundial (EUA e México) começou em setembro e deve terminar em novembro. Enquanto isso, no intervalo das apresentações, o grupo prepara o lançamento de seu novo CD, com músicas inéditas, para abril do próximo ano, segundo a revista Rolling Stones.

A informação dessa data mais precisa, após muitas especulações, teria sido dada por Fernando Lebeis, empresário da banda, em resposta a um fórum na internet. Procurado, no entanto, o empresário não confirmou ou negou a informação.

Em 2020 é a data provável da vinda do Guns para o Brasil (Lollapalooza), numa turnê entre março e abril na América do Sul.

Mas nada confirmado ainda também.

Se a nova gravação acontecer mesmo, será o primeiro lançamento de Axl Rose, Slash e Duff McKagan com trabalhos originais desde o álbum "Use Your Illusion" (1991).

Outra novidade, ainda em caráter especulativo e também adiantada pela Rolling Stones no início de setembro, citando como fonte o fansite Guns Over Oz, é que o novo filme da franquia "O Exterminador do Futuro" deve ter em sua trilha uma Música inédita do Guns. "O Exterminador do Futuro 2 - O Julgamento Final", filme de 1991, tinha uma trilha da banda.

Brigas, drogas e rock and roll

A formação do grupo atual está com o vocalista Axl Rose, o guitarrista Slash, o baixista Duff McKagan, da fase original, mais o tecladista Dizzy Reed, que se uniu a eles em 1990.

E, mais recentemente, firmaram-se o guitarrista Richard Fortus e a cantora Melissa Reese.

Após o estrondoso sucesso de "Use Your Illusion", lançado em setembro de 1991, a banda passou por uma fase crítica, com brigas regadas a drogas. Aliás, aquele álbum tinha muitas canções criadas em overdoses de cocaína, e "Coma" é apenas um dos exemplos.

Lançado à meia-noite, o LP vendeu 500 mil cópias em 2 horas e dominou as paradas de sucesso. Os músicos se afundavam nas drogas. O baterista Steven Adler tinha problemas com entorpecentes, como os demais integrantes, mas o uso excessivo de drogas interferiu no seu trabalho: ele não conseguia participar de ensaios e foi demitido.

O guitarrista e compositor Izzy Stradlin saiu do grupo logo depois do lançamento e as gravações de novas músicas pararam. Izzy era amigo de infância de Rose e estavam juntos desde 1983 na banda Hollywood Rose, base que formou o Guns.

As turnês permanecem até hoje com parte da banda de forma irregular. Slash também brigou com Rose e saiu em 1996, retornando em janeiro de 2016. No Brasil o Guns N' Roses tocou pela primeira vez em 1991, no Rock in Rio III. Voltaram em 2009 e 2011. O show de 2011 foi muito criticado pela ausência de Slash, pelo cansaço aparente de Axl Rose --que mesmo mostrando alegria e empolgação, movimentou-se pouco pelo palco-- e pela forte chuva.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Música
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!