Begin
4

Vera Fischer

Na trama ela interpretou Lídia Thompson Laport. Lídia nasceu em uma família pobre, porém, graças ao seu talento e beleza, tornou-se uma modelo de sucesso.

Ver essa foto no Instagram

Finalmente, o Oscar acordou. "Parasita", o grande vencedor da noite, começou dando o prêmio de roteiro original para Bong Joon Ho, que agradeceu: "Esse é o primeiro Oscar da Coreia do Sul". Seguindo com os prêmios, "Parasita" também levou a estatueta dourada como melhor filme internacional, ao que Joon Ho agradeceu, dizendo: "Agora, já estou pronto para beber alguma coisa". Adorei "Toy Story 4" ter ganho como melhor animação. Lembro, com carinho, das aventuras de Woody e Buzz, nos primeiros filmes "Toy Story", que eu e meu filho Gabriel víamos, quando criança, quase todas as noites. Amei Elton John ao piano (envolvido na cor púrpura) levantando a galera, com "I'm gonna love me again", canção original do filme "Rochetman", que foi vencedora. Senti falta de Taron Egerton (concorrendo à melhor ator, porque ele é fabuloso!). Já Joaquim Phoenix (melhor ator) e Renée Zellweger (melhor atriz) eram prêmios esperados. E, muito justos! Agora, o documentário "American Factory" é muito bom e mereceu ganhar. Fala sobre o acúmulo de trabalho na China, sobre o terror que vai, desde as fábricas em Ohio, até fábricas na China. "Vai ser bom quando todos os trabalhadores do mundo se unirem" - disse a diretora. Um dos melhores momentos, foi quando Brad Pitt foi anunciado vencedor de melhor coadjuvante. Quem disse que ator lindo não pode também ser bom ator? Pois pode. E ele é. Brad quase engasgou de emoção, no seu discurso: "Este prêmio é para você Quentin Tarantino. A indústria cinematográfica seria pior, sem você. Você me disse - a gente sempre espera o pior, então faça o melhor". Bravo Brad! Mas, a vitória arrasadora foi mesmo para Bong Joon Ho. Spike Lee (all in purple) lhe entregou o troféu de melhor direção. Joon Ho, agradeceu: "Agora, eu vou beber até amanhã". E, Jane Fonda, o chamou para receber o prêmio de melhor filme. Primeira vez que Hollywood se curva ao talento internacional. Parabéns! "Parasita" vai fazer história no Oscar.

Uma publicação compartilhada por Vera Fischer (@verafischeroficial) em