O governo libera o saque do abono sempre no segundo semestre do ano, desde 2000. Esse ano com a Crise econômica as coisas serão um pouco diferentes: servidores públicos com Pasep de final 5, 6, 7, 8 e 9 e trabalhadores que fazem aniversário entre janeiro e junho só poderão sacar o PIS no ano que vem.

A bancada trabalhista está pressionando para que o governo revise o calendário e conseguiu a promessa de estudar uma nova proposta até o prazo do dia 26.

Esse compromisso deu uma nova esperança aos trabalhadores, mas a decisão final foi frustrante principalmente para os sindicalistas.

Para liberar o pagamento todo ainda esse ano, o Governo justifica que teria que investir R$ 9 bilhões no Fat. De acordo com os ministérios da Fazenda e do Planejamento, o governo não tem recursos para fazer essa injeção de dinheiro.

O representante da CUT, Central Única dos Trabalhadores, Quintino Severo, disse que estão tentando negociar com o governo, mas não receberam nenhuma proposta.

Segundo ele, o Ministério do Trabalho que cuida do Codefat também foi acionado, mas a CUT não teve retorno.

Quintino disse ainda que quer saber como ficará 2016 e 2017, pois é inaceitável passar esse golpe sempre de um ano para outro, pois se o governo não tem dinheiro para pagar tudo agora, no ano que vem não terá para pagar o que ficou desse ano e do próprio ano em questão.

Os ministérios do Planejamento, da Fazenda e do Trabalho foram procurados, porém não quiseram comentar o assunto.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo Política

Proposta empresarial foi discutida

No último dia 26, o Codefat discutiu a possibilidade de fazer todos os pagamentos entre janeiro e fevereiro, em vez de deixar para março como é previsto no atual calendário. Essa proposta começou entre os empresários, mas o apoio entre os patrões não foi unânime.

Os trabalhadores tinham expectativa que o governo revertesse a decisão e que todo o pagamento fosse feito esse ano.

Quem sabe que tem direito ao abono salarial do PIS já conta com esse salário extra anualmente, mas não foi isso que aconteceu.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo