Na quinta-feira (1º), a sociedade entre Silvio Santos (SBT), Amilcare Dallevo (RedeTV!) e Edir Macedo (Record) deu mais um importante passo. Se depender do Cade(Conselho Administrativo de Defesa Econômica), a nova empresa (joint venture - empresa formada a partir de outras companhias) será criada e as emissoras poderão passar a negociar juntas os seus sinais digitais.

Isso será ótimo para as três emissoras,que poderão ter um melhor retorno financeiro, mas amedronta as operadoras de TV por assinatura.

Elas acreditam que o preço cobrado chegue a ser abusivo e, provavelmente, irão recorrer da decisão do Conselho Administrativo de Defesa Econômica. Caso o façam, será o tribunal administrativo do Cade o responsável por um novo julgamento.

Pedido já foi feito em julho

De acordo com informações do site Notícias da TV, o pedido de autorização para a criação de uma empresa formada pelo SBT, Record e RedeTV! Já foi feito em julho. Desde lá, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica vem analisando se essa sociedade é viável e se não seria "concorrência desleal".

De acordo com a decisão inicial, a junção das três emissoras não fere nenhumas das regras. Cada uma delas terá 33% de participação e juntas poderão negociar o valor do sinal digital com as operadoras de TV por assinatura, assim como a rede Globo já faz.

SBT, Record e RedeTV! juntas somam 17% de toda a audiência no cabo e no DTH. Por sua vez, 37% da audiência das três redes vêm da TV a cabo ou do DTH, ou seja, tanto a TV a cabo depende das emissoras, quanto as emissoras da TV a cabo, o que minimiza um risco de preço abusivo por parte desta sociedade.

Afinal, sem ser transmitida pela TV a cabo, só o SBT perderia até R$ 425 milhões por ano, o que representa quase 40% de suas receitas publicitárias.

A aproximação de Record e SBT já foi mostrada inclusive na Televisão, quando Silvio Santos visitou Edir Macedo, líder da Igreja Universal, no Templo de Salomão, em São Paulo. Tudo foi gravado e apresentado no Domingo Espetacular. Na oportunidade, Silvio Santos frisou a importância das emissoras se unirem para obter resultados melhores.

Não perca a nossa página no Facebook!