Você, provavelmente, já ouviu falar de Bitcoins. O termo parece distante nos dias atuais, mas tenha certeza de que ele veio para ficar e está com tudo. Bitcoins são moedas, como o próprio nome em inglês sugere, entretanto, essas moedas são virtuais, ou seja, você não consegue colocá-las em seu cofrinho. Enquanto o governo brasileiro faz projeções para a economia e coloca à disposição suas perspectivas de crescimento, as Bitcoins caminham de "vento em popa" no caminho contrário.

A moeda não é emitida por nenhuma entidade governamental do mundo, como os bancos centrais que, geralmente, detêm o controle de emissão e do papel-moeda.

Criada há quase 10 anos, a moeda virtual funciona mais ou menos assim: pessoas no mundo inteiro "emprestam" a capacidade de seus computadores para realizações de transações. Para uma empresa conseguir a capacidade de gerar Bitcoin ou minerar – como o processo é conhecido –, é uma verdadeira disputa baseada basicamente na capacidade de essas máquinas resolverem problemas matemáticos específicos para computadores.

Eu posso gerar Bitcoins?

Em 2009, qualquer pessoa poderia ser um minerador, desde que tivesse em seu computador o programa.

Com o passar dos anos, com o aumento de pessoas interessadas e com a rentabilidade, as máquinas passaram a ser cada vez mais sofisticadas e, hoje, é praticamente – se não totalmente – impossível uma pessoa "normal" gerar Bitcoins, haja vista que existem supermáquinas dedicadas apenas para essa tarefa, como a Avalon e a ASIC.

Então, não posso participar?

Claro que pode. De que forma? Comprando e vendendo Bitcoins que circulam em várias negociações na internet.

As moedas ficam guardadas em uma carteira em um software após o usuário se cadastrar no sistema. Com as Bitcoins, é possível comprar várias coisas no mundo todo. Atualmente, ainda é pequeno o número de lojas que aceitam a moeda, mas esta estimativa cresce a cada dia.

Como mencionado no título da matéria, há um ano, o valor da Bitcoin era de cerca de R$15. Nos dias atuais, a moeda sai por R$18mil. Ou seja, se, na época, você tivesse aplicado R$100, hoje, você teria R$120 mil.

Muitas pessoas se arrependeram de não ter adquirido uma moedinha naquele tempo e, agora, tentam correr atrás do prejuízo.

O governo Russo parece caminhar para legalizar ou formalizar as Bitcoins. O Brasil demonstra ir na maré contrária da posição russa, segundo parecer recente do Banco Central do Brasil.

Se você quiser entender mais sobre as Bitcoins e seus investimentos, vale a pena pesquisar.

Não perca a nossa página no Facebook!