Se um investidor, pessoas física ou mesmo uma empresa, se posicionasse neste momento diante da maior crise econômica que o Brasil está atravessando e falasse que iria investir uma quantidade astronômica de dinheiro na economia, que geraria novas Vagas de emprego e ainda por cima possibilitaria que a população viajasse de avião a um preço bastante camarada, certamente tais medidas agradariam em cheio ao governo e aos brasileiros.

O cenário descrito acima é o que pode ser chamado de combinação perfeita!

E foi exatamente o que aconteceu na última segunda-feira (25), quando a companhia de aviões Air France, pertencente a holding Air France e KLM holandesa, anunciou que apresentará uma nova empresa aérea low cost (algo como preço barato), que terá rotas partindo do Brasil em direção à Europa, cujos preços não se comparam de tão acessíveis em relação aos que são atualmente praticados pelas companhias tradicionais existentes no mercado.

A nova empresa do grupo Air France e KLM, batizada de Joon, contará com um total de 42 voos toda semana aqui mesmo, partindo do Brasil. Ela terá a sua matriz instalada na cidade de Fortaleza, abrangendo voos para as regiões do Nordeste e também do Norte brasileiros.

Os locais que são considerados como destinos mais longos terão como via de acesso as cidades de Paris e Amsterdã, respectivamente capitais da França e da Holanda, sendo voos sem escala.

Convém destacar que a companhia aérea do Brasil que fará parceria comercial, de logística e voos propriamente ditos com os estrangeiros é a Gol. A título de esclarecimento, cada rota aérea que for sendo inaugurada, possuirá voos todas as semanas, sendo que, para Paris as viagens se darão as sextas e domingos.

As que tenham como destino Amsterdã, os dias escolhidos para os deslocamentos serão nas segundas, quartas e também sábados.

Ambas as rotas para a Europa tem o período de duração de 9 horas de voo, sempre partindo da capital cearense Fortaleza. É importante deixar claro que para os passageiros oriundos dos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro, o tempo de voo aumenta devido a maior distância, totalizando 11 horas e contando somente com uma hora para ser feita a conexão.

A inauguração dos serviços da Joon no Brasil está caminhando a todo vapor e deverá ter início na data de 1º de dezembro ainda neste ano.

Preços das passagens

O que pretende revolucionar o mercado da oferta e procura de bilhetes aéreos é o preços das passagens de avião do Brasil para a Europa, cujos valores serão de 249 euros (R$ 922) e 299 euros (R$ R$ 1.107), ou seja, extremamente baixos se comparados com o que é praticado hoje no segmento da aeronáutica para civis.

A Joon, justamente por ser uma nova companhia de aviação, tem por objetivo a criação de 1.000 vagas e postos de trabalho e assim, estruturar a sua equipe de tripulantes, sendo que, o processo seletivo irá até 2020.

Rotas dentro do continente europeu

Os voos low cost por parte da Joon continuarão dentro da Europa, onde os destinos, ao menos até a presente fase do projeto, serão para as cidades portuguesas do Porto e Lisboa, a espanhola Barcelona e a alemã Berlim.

Ainda no quesito empreendedorismo é que todos os preços das passagens aéreas na Europa começam com o valor de 39 euros somente a ida (R$ 144).

Jovens como foco principal

A Joon informou que a sua proposta é focada no público jovem, com idade entre 18 e 35 anos, adeptos normalmente de experiências tecnológicas no interior das aeronaves.

Não é à toa que os aviões da empresa são equipados com muito entretenimento, sistema Wi-Fi gratuito, têm dispositivos de realidade virtual reservados para a classe executiva e o cardápio a bordo é baseado em itens orgânicos no que concerne aos alimentos, destinado aos passageiros de Negócios ou Turismo.

Breve histórico da Air France

A Air France é uma empresa 100% francesa, fazendo parte do grupo Air France e KLM, e foi fundada no ano de 1933. Conforme dados estatísticos liberados pela companhia em 2012, naquela ocasião ela garantia o emprego de 58 mil colaboradores.

A moderna Air France é resultado da fusão de uma série de outras companhias aéreas que existiam na França em 1933, que excepcionalmente no transcurso da 2ª Guerra Mundial, a empresa transferiu em caráter temporário o quartel-general de suas operações para a bela cidade de Casablanca, no Marrocos, ex-colônia francesa.

Curiosamente, tanto a Air France quanto a inglesa British Airways foram as únicas empresas de aviação no mundo que se dispuseram à utilização em 1976 do avião Concorde.

Aliás no que diz respeito ao mundo dos negócios, a companhia de aviões da França sempre ousou, tanto é que há 17 anos a Air France se transformou no membro fundador do programa de milhagem, entre outras benesses, batizado de "Skyteam", junto com outras empresas aéreas.

Siga a página Vagas
Seguir
Siga a página Negócios
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!