O PIS 2017/2017 começou a ser depositado nesta última quinta-feira (17), na conta dos trabalhadores brasileiros que atuam em empresas do setor privado e cuja a data de nascimento não ultrapassa o mês de agosto. No caso dos servidores públicos, que tem direito ao benefício do PASEP, o depósito, bem como a liberação do valor a ser sacado, ocorrerá primeiro para os trabalhadores cujo o cartão de inscrição terminam com o dígito 1.

De acordo com informações passadas pela Caixa Econômica Federal, os demais trabalhadores com data de nascimento entre os meses de julho e dezembro, receberão o PIS ainda no ano de 2017. Entretanto, os trabalhadores que nasceram entre os meses de janeiro a junho só irão receber o benefício no primeiro trimestre de 2018.

Quantos são os trabalhadores beneficiados?

De acordo com um levantamento realizado pelos bancos responsáveis por efetuar o pagamento dos benefícios, estima-se que 24 milhões de trabalhadores registrados em empresas do setor privado e em organizações públicas, receberão o benefício que varia entre R$78,00 e R$937,00.

Quem tem direito a receber o benefício do PIS/PASEP?

Para que se tenha direito ao abono salarial é imprescindível possuir no mínimo cinco anos de inscrição no PIS/Pasep e ter atuado no mercado de trabalho formal por pelo menos 30 dias no ano de 2016. O valor do benefício está diretamente ligado ao tempo de trabalho e de cadastro e varia de acordo com o número de dias e meses que o trabalhador atuou no mercado de trabalho no exercício anterior.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo

Porém, só possuir no mínimo cinco anos de inscrição e ter trabalhado no mínimo 30 dias no setor público ou privado não é o suficiente. Para se ter direito ao benefício, é necessário que o trabalhador possuem renda de até dois salários mínimos. Sendo assim, vale ressaltar que nem todos os trabalhadores têm direito ao abono salarial liberado pelo PIS/PASEP.

Vale lembrar ainda, que os trabalhadores que atuam no setor público, recebem seus benefícios nas agências do Banco do Brasil, diferente dos trabalhadores do setor privado, que sacam o benefício nas agências CEF (Caixa Econômica Federal).

Para que o beneficiário possa sacar o abono é extremamente necessário que o mesmo se dirija a um dos bancos indicado acima e apresente um documento de identificação com foto juntamente com o número do PIS/Pasep.

Caso o benefício seja disponibilizado na Caixa Econômica Federal, o mesmo poderá ser creditado em conta poupança.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo