As coisas não estão fáceis para ninguém e até mesmo o craque Neymar acabou entrando na boca do ‘leão’. Isso porque o jogador e a sua família serão obrigados a pagar uma multa referente a 2% do valor dos bens que foram bloqueados das contas de Neymar, de sua família e de três empresas das quais eram utilizadas para movimentar grandes valores referentes à carreira do craque. A Justiça brasileira bloqueou cerca de R$ 192,7 milhões em bens da família como forma de garantir o pagamento dessa dívida que corresponde a R$ 3,8 milhões e que deve ser paga após o Tribunal Regional Federal da 3ª Região multar o jogador por falta de pagamento referente ao Imposto de Renda.

Neymar ficou devendo para a Receita Federal vários milhões de reais

A dívida é referente aos pagamentos que o craque recebeu fora do país. O atacante do time Paris Saint Germain teve a multa depois que o jogador sonegou impostos ao fisco brasileiro. A decisão do Tribunal Regional Federal da 3ª Região que aplicou a multa ao craque ainda disse que o jogador pode ser considerado como alguém que agiu de má fé, tentando lesar os cofres brasileiros ao não fazer o recolhimento correto dos valores referentes ao imposto de renda que o craque deveria repassar para o governo.

Além disso, a Justiça acusa-o de tentar atrapalhar a continuidade do processamento que teve a sua decisão publicada recentemente. A decisão aconteceu após dois anos em que quase R$ 200 milhões do jogador ficaram bloqueados até que a Justiça brasileira decidisse o que seria feito com Neymar.

Jogador teve seus bens bloqueados por dois anos após decisão da Justiça brasileira

Como o jogador recebe um valor bem alto, Neymar deveria pagar em torno de 27,5% do que recebe em Imposto de Renda.

Mas assim como várias pessoas fazem para fugir do fisco, o famoso jogador criou três empresas para que esta taxa fosse diminuída.

Como pessoa jurídica, ele pagaria entre 15 e 25% apenas do valor total do que o jogador recebeu durante um ano. A Receita Federal concluiu que Neymar criou as empresas com a finalidade de administrar o dinheiro que ele recebe como jogador, além dos direitos de sua imagem, explorados em diversas campanhas publicitárias que rendem milhões de reais para o craque.

Além de valores em dinheiro, foram bloqueados também Imóveis do craque e da sua família em diversos lugares no país, além de um iate e de um avião. O jogador poderia utilizar os seus bens durante o bloqueio, porém, estava impedido de negociar qualquer tipo de venda de imóveis, e isso só poderá ser feito após o mesmo pagar o que deve à Receita Federal.

Siga a página Neymar
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!