A previdência brasileira está passando por ajustes que deixaram milhões de brasileiros insatisfeitos recentemente. O governo de Michel Temer tenta aprovar desesperadamente a reforma no setor que poderá significar grandes perdas para os trabalhadores que passaram anos contribuindo com a previdência social, e muitos apontam para um desmonte total do programa. Antes que ela seja aprovada, alguns benefícios podem estar com os cálculos errados e existem pessoas ganhando menos do que deveriam ganhar da Previdência Social.

Publicidade
Publicidade

Essa regra vale para aqueles que se aposentaram recentemente e tiveram algum tipo de desconto no valor do benefício. Para saber como isso funciona, é simples, pois o fator previdenciário, que dá margem para esse erro, entrou em vigor recentemente, e, por isso, muitos aposentados podem rever os seus benefícios.

Várias pessoas poderão revisar a sua aposentadoria, que pode conter erro para aqueles que se aposentaram a partir de 2015

Existem casos em que o valor da diferença pode chegar até a R$ 1,5 mil, após o erro da previdência social não utilizar o fator previdenciário conhecido como 85/95.

Este fator consiste em uma pontuação em que os beneficiários podem ter direito a sua aposentadoria integral, sem sofrer perdas como pode ter acontecido com milhares que se aposentaram de 2015 a 2017. Esses benefícios poderão ser revisados a qualquer momento, e somente aqueles que perceberam que o valor da aposentadoria é inferior ao valor que ele contribuiu por toda a vida é que possuem direito à revisão.

Carta de aposentadoria mostra se a fórmula 85/95 foi utilizada no cálculo do benefício

É importante notar se na carta recebida pelo beneficiário, que garantiu a sua aposentadoria, não consta o fator previdenciário 85/95.

Publicidade

Esse fator é uma pontuação que consiste na avaliação dos anos de contribuição e da idade de aposentadoria do beneficiário. Para mulheres, a pontuação pode chegar até 85 e para os homens 95. Isso garante uma integralidade do benefício para milhares de pessoas que não sabiam que poderiam ter uma revisão de sua aposentadoria.

Aposentados que encontrarem o erro deverão procurar a previdência social

Para revisar o benefício que poderá ter um erro, o beneficiário poderá procurar a Previdência Social munido de todos os documentos que comprovem que o benefício pode estar errado.

A reforma da previdência acabará com a fórmula que garante a revisão do benefício, por isso é importante rever essa questão antes que a mudança na lei seja votada. O beneficiário tem até dez anos depois de se aposentar para garantir a mudança do valor do pagamento da aposentadoria.

Leia tudo