Quando se fala em viajar sozinha muitas mulheres sentem medo de arriscar e também ficam em dúvida sobre o quão caro pode ser um investimento desses. Mas existem algumas alternativas para se realizar uma viagem sem ficar em dificuldades financeiras à longo prazo.

É possível optar por pacotes de viagem por exemplo, os pacotes geralmente apresentam os destinos preferidos dos turistas incluindo passagem de avião (ida e volta), estadia em hotel, café da manhã (se o hotel oferecer, geralmente está informado no box de informações quando se compra o pacote online).

Se o pacote tiver um hotel caro demais para seu bolso, algumas vezes é possível mudar e outras não, antes de contratar o serviço é importante avaliar se vale a pena em relação à quantos dias se pretende permanecer no destino.

Outra alternativa é realizar intercâmbios, da faculdade, cursos em geral, curso de inglês ou outro idioma. Se for encaixar no estilo de viagem é possível optar por todos os itens citados em diferentes épocas. Existem programas de aprendizagem no exterior, empresas que oferecem estágios e escolas de inglês que fazem imersão no idioma ensinado em outro país.

Essa opção serve para quem tem um pouco mais de recurso para bancar curso e estadia, mas os pacotes são variados (geralmente são também pacotes).

Opções mais econômicas são programar a viagem ou optar por mochilão. Programar a viagem não é tão difícil e existem alguns truques como comprar a passagem aérea nas épocas de menor movimento, quando o preço cai. Para escolher um hotel ou hostel vale pesquisar bastante e não apenas em sites que comparam os preços das reservas.

Para mulheres alguns hostels oferecem opções de quartos compartilhados mistos (viajantes homens e mulheres) e apenas femininos, é uma questão de escolha mas é recomendado não deixar os objetos pessoais nesses locais enquanto se está fora pois podem ser furtados.

O mochilão se trata de uma viagem onde se preza economia e como geralmente é feita por mulheres mais novas é preciso ter cuidado redobrado e pesquisar a reputação e segurança dos locais onde se viaja tanto para evitar situações perigosas, quanto para evitar taxas fora do acordo previsto na hora do combinado.

Ainda é possível economizar bastante em alimentação optando pelos lugares mais populares da cidade e por comer comida de foodtrucks ou carros de comerciantes na rua por exemplo, sempre prestando atenção à higiene do local para avaliar o custo benefício da escolha.

Siga a página Curiosidades
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!