Desde o último mês de fevereiro que vem sendo depositado o abono salarial PIS/PASEP, referente ao calendário 2017-2018, ano-base 2016 [VIDEO]. Tem direito a este dinheiro do PIS todos os trabalhadores da iniciativa privada que nasceram entre os meses de maio e junho, sendo o pagamento feito pela Caixa Econômica Federal. O Pasep é para os servidores públicos, sendo pago pelo Banco do Brasil, sendo que o pagamento começou a ser feito para aqueles que têm final de inscrição 8 e 9.

O Abono Salarial estará disponível para saque a partir da próxima quinta-feira, dia 15 de março.

Quando pode sacar o dinheiro

É preciso ficar atendo ao calendário para não se enganar quanto ao dia de sacar o dinheiro, por exemplo, quem nasceu entre os meses de janeiro e junho, poderão receber o PIS no primeiro trimestre desse ano.

Os que nasceram entre julho a dezembro receberam o valor no ano passado. Porém, quem ainda não foi efetuar o saque, pode ficar tranquilo porque o dinheiro estará disponível até o dia 29 de junho deste ano, sendo este o prazo final para recebimento.

A dica é não deixar para a última hora, evitando assim, correr o risco de não receber o benefício. Quem já está no prazo de receber, deve providenciar a retirada do valor o mais breve possível.

Cerca de R$ 16,9 bilhões foram destinados para o exercício de 2017-2018, de forma que o pagamento do abono salarial esteja garantido aos mais de 24 milhões de trabalhadores. Para o PIS, foram destinados R$ 15,7 bilhões que serão distribuídos aos mais de 22 milhões de trabalhadores, de acordo com as informações divulgadas pela CEF.

Quem tem direito ao benefício

Nem todo trabalhador poderá receber o Abono Salarial, apenas aqueles que atendem aos requisitos, por exemplo, ter recebido até 2 salários mínimos em média, no ano de 2016, ter trabalhado ao menos 30 dias de carteira assinada neste mesmo ano, estar inscrito no PIS/PASEP há pelo menos 5 anos [VIDEO] e também é fundamental que os dados tenham sido enviados corretamente pelo empregados na Rais - Relação Anual de Informações Sociais.

Valor do benefício

O trabalhador que tem direito a este benefício poderá receber um valor que varia de R$ 80 a R$ 954, tudo vai depender de quanto tempo ele trabalhou de carteira assinada em 2016. Quem trabalhou durante todo o ano, receberá o valor máximo.

Quem não trabalhou os 12 meses irá receber o valor proporcional, por exemplo, quem trabalhou apenas 1 mês irá receber 1/12 do salário mínimo e assim por diante.

No site da Caixa Econômica Federal há informações para quem tem direito ao PIS e no do Banco do Brasil, para aqueles que recebem o PASEP.