Os últimos anos foram de crise na Petrobras, mas agora a empresa dá sinais de recuperação. Depois de dois anos em baixa, o petróleo voltou a ter uma grande importância para o caixa de estados e municípios. No último ano, a valor repassado pela Petrobras para estados e municípios teve um considerável aumento de cerca de 50%. O valor diz respeito à compensação feita pela exploração da commodity.

Se tratando de números mais específicos, a Petrobras repassou para os estados e municípios um valor em torno de R$ 25 bilhões, e a explicação para esse extraordinário aumento tem dois fatores principais.

O primeiro foi a alta considerável no preço de venda dos barris de petróleo, enquanto o segundo fator foi o aumento da exploração no Campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos (SP), que passou a ser o maior produtor de petróleo do Brasil.

Até agora, nos primeiros três meses de 2018, o preço do barril de petróleo tem registrado oscilações entre US$ 60 e US$ 70 (R$ 199 e R$ 232), o que tem sido motivo de comemoração por parte dos envolvidos e faz com a expectativa por um novo crescimento seja maior ainda.

Antes de a crise estourar em 2014, o barril de petróleo estava sendo comercializado por US$ 100 (R$ 332), e chegou a ser vendido por até US$ 30 (R$ 99,60) no ano de 2015.

Essa crise acabou obrigando a todos que dependiam do petróleo para manter a economia a ter que entrar em uma onda de cortes de gastos e busca de alternativas. Alguns fatores externos também contribuíram com o aumento da verba da Petrobras, mas o pré-sal desempenhou um papel importantíssimo.

Depois de mais de uma década de sua descoberta, o Campo de Lula se tornou o maior produtor nacional de petróleo e cobriu a decadência de alguns outros campos que antes eram os protagonistas da área, como os campos de Roncador e Marlim.

O Campo de Lula também elevou a importância da Petrobras no mercado externo, pois proporcionou um maior volume de petróleo, com uma qualidade mais elevada. Isso fez com que a empresa aumentasse o preço cobrado pelos barris.

A venda de petróleo para o mercado internacional cresceu em torno de 32% no ultimo anos.

O dinheiro da Petrobras é repassado para os estados e municípios de duas formas. A primeira forma é através de royalties, que seria uma forma da empresa remunerar as pessoas por explorar recursos naturais de natureza não renovável em uma área. Já a segunda forma de repasse é através de participações especiais, que é um repasse financeiro bem maior e que é feito apenas para áreas que tem um volume de produção elevado, como no próprio Campo de Lula.

Não perca a nossa página no Facebook!