As vendas realizadas no comércio de varejo tiveram uma queda de 0,2% no mês de fevereiro deste ano na comparação com o mês anterior (janeiro). A queda nas vendas de varejo do comércio segue a série de ajustes sazonais. Os dados desta divulgação foram informados pelo IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. O resultado lançado pelo instituto na quinta-feira dia 12 de abril, apontou uma queda menor em relação às expectativas traçadas pelos analistas do mercado.

Os especialistas responsáveis pelas expectativas da Projeções Broadcast aguardavam uma queda na casa de 1%, o que significa um avanço no fechamento da mediana positiva em 0,65%.

Na comparação com o mês de fevereiro do ano passado, não considerando o ajuste sazonal, o comércio varejista teve um número de vendas alto de 1,3% no mês de fevereiro deste ano. Diante deste confronto, os números das projeções seguiam visando uma expansão de 1,60% até 4,70%, com uma mediana de valor positivo na casa dos 3,40%. No varejo restrito, houve um acúmulo de crescimento de 2,3% este ano. No total acumulado em 12 meses, o avanço atingiu a casa de 2,8%.

Ampliação do Varejo

Em relação ao varejo estar mais amplo, incluindo as diversas atividades ligadas aos materiais de construção e aos veículos, o número de vendas sofreu redução de 0,1% em fevereiro deste ano em comparação com o mês de janeiro.

Este resultado esteve próximo do piso ligado ao intervalo das estimativas traçadas pelos analistas que fizeram Projeções Broadcast, e estavam aguardando um recuo na casa de 0,50% seguido de um avanço de 1,90%, e uma mediana positiva de 0,40%.

Outra comparação entre fevereiro do ano passado e deste ano, desconsiderando o ajuste sazonal, o número de vendas do comércio varejista ampliado apresentou uma alta de 5,2%.

Diante deste confronto, as muitas projeções tendem a variar e a expansão acaba ficando entre 4,50% e 9,40%, seguidos de uma mediana positiva na casa de 6,30%. Houve um acúmulo nas vendas do comércio varejista ampliado, com um acumulo de alta na caso dos 5,9% este ano. No acumulado em 12 meses, o resultado teve um avanço de 5,4%.

Indicador trimestral média móvel

O indicador trimestral média móvel de todas as vendas praticadas pelo comércio varejista mostrou-se estável, permanecendo em 0,0% no mês de fevereiro deste ano.

De acordo com o IBGE, o varejo ampliado considerando as atividades que giram com as vendas de veículos e materiais de construção, a média do trimestre teve uma pequena alta de 0,1% no fechamento do mês de fevereiro deste ano.

Não perca a nossa página no Facebook!