Embora as negociações online de ações e negociações de índices futuros tenham tido um aumento exponencial nos últimos anos, as transações envolvendo a compra e venda de moedas estão ganhando cada vez mais popularidade entre as corretores de investimentos, investidores, analistas de investimento em comodities e assim por diante.

O mercado forex permanece aberto durante 24 horas por dia, cinco dias por semana. Isso corresponde ao maior volume de negociações, e mais tempo para as oportunidades de negócios, o que aumenta o volume global de transações, facilitando para que os investidores obtenham mais lucro.

Nos últimos anos, apenas os grandes bancos internacionais tinham o acesso ao mercado de câmbio, no qual permitiam o acesso às negociações apenas por telefone. Na maioria das vezes, apenas as grandes instituições como Fortune 1000 estavam habilitadas a fazer transações nesse segmento.

Mas agora, a ''maré'' acabou virando e hoje em dia existem diversas corretoras que fornecem acesso às plataformas de negociações individuais. A estratégia também gera maior liquidez no #mercado financeiro ao redor do mundo.

Nesse tipo de negócio, o investidor pode comprar e vender moedas a hora que bem entender.

O principal objetivo das negociações é obter lucro a partir de sua entrada no mercado. Para os investidores mais experientes colocar uma transação no mercado de câmbio é praticamente fácil. A mecânica da negociação é equivalente às encontradas no mercado de ações. Sendo assim, esse tipo de negociação é geralmente contínuo.

Vamos a um exemplo de como a compra funciona

Digamos que um investidor comprou 10 mil euros em 2004, com a taxa dólar euro avaliada em 9600. Dois anos depois, esse mesmo investidor decide vender os 10 mil euros e voltar para o dólar com a taxa de câmbio avaliada em 11.800. No final das contas ele adquiriu um lucro equivalente a US$ 2.200.

Antes de iniciar uma transação bem sucedida, o investidor deve entender que as moedas do forex são avaliadas em pares, como EUR / USD ou USD / JPY, entre outras.

A primeira moeda listada trata-se da moeda base, já a segunda é denominada como moeda de contagem.

Seguindo esse raciocínio, os investidores devem levar em consideração que a moeda base serve para compra, ou venda. Por exemplo, quando compramos o EUR/USD, estamos comprando o euro, na expectativa que ele se valorize diante do dólar. Antes de realizarmos essa transação devemos acompanhar as notícias de enfraquecimento da moeda americana.

Caso o dólar esteja se fortalecendo perante o euro, devemos realizar uma operação de venda. Se a transação for bem sucedida é lucro na certa.

Não perca a nossa página no Facebook!