Fátima Bernardes continua surpreendendo o seu público, mesmo estando na Globo há muitas décadas, sendo o que a apresentadora ganha é sinônimo de todo o sucesso que ela está tendo. Prova disso mesmo, tal como informa o site “Área Vip”, é que mesmo tendo perdido nos últimos meses o contrato de propaganda milionário que tinha com a Seara (JBS), visto que a empresa esteve envolvida em um enorme escândalo, a experiente apresentadora, e ex-mulher de William Bonner, não demorou muito tempo a conseguir fechar um acordo impensável como garota-propaganda dos hipermercados Extra, mesmo com a enorme crise econômica e social que infelizmente ainda se verifica em termos nacionais.

Ao que tudo indica, e apesar do valor exato ainda não ter sido confirmado, Fátima Bernardes vai receber uma bolada no valor entre 3,5 e 5 milhões de reais. Segundo informações recentes do portal “UOL”, a experiente apresentadora da Globo, que nesse momento comanda a atração matinal da emissora, vai promover todas as promoções especiais que deverão surgir no Extra durante a participação da seleção brasileira na Copa do Mundo.

Como garante o site “Área Vip”, nesse momento, Fátima Bernardes é a dona do cachê publicitário mais caro do Brasil, superior até mesmo ao cobrado por Gisele Bundchen.

Além disso, a ex-mulher de Bonner também está nos lugares cimeiros em relação ao seu salário, perdendo apenas para nomes como o de Fausto Silva, que muito provavelmente será o profissional da Globo que recebe o maior salário, muito provavelmente por ser quem comanda a atração de domingo à noite, que é sempre melhor paga pelas empresas do que nos restantes dias.

Nas redes sociais, e como acontece sempre que esses valores milionários são associados aos profissionais da televisão brasileira, muitos internautas garantem que não conseguem entender como é possível alguém receber essas verdadeiras fortunas, questionando mesmo se a crise financeira que se verifica nesse momento no país é só para alguns.

Vale a pena recordar que Fátima Bernardes só começou recebendo esses valores elevados da propaganda quando saiu oficialmente da área do jornalismo. Como acontece por exemplo com William Bonner até agora, os jornalistas da emissora estão completamente proibidos, por contrato, de aceitarem fazer propagandas para outras empresas que não seja a Globo. Ao que tudo indica, isso seria necessário para manter a credibilidade total dos profissionais da emissora, visto que isso é essencial para o bom jornalismo.

Não perca a nossa página no Facebook!