Para quem planeja ir assistir aos jogos da Copa do Mundo na Rússia, esse é momento ideal para adquirir rublos, a moeda daquele país.

A agência de notícias Reuters informou que o rublo apresenta constante desvalorização frente ao dólar, depois de os Estados Unidos anunciarem sanções contra autoridades e empresários russos, tendo atingido a menor cotação desde o mês de março de 2016. Até o dia 12 desse mês, o rublo acumulou queda de 4,8%.

Saber o tempo de duração da viagem é muito importante

A moeda russa é pouco comercializada no Brasil, por isso o seu preço é considerado alto.

Ao comprar, fique atento e pesquise. O preço da moeda tende a cair, e com a proximidade da Copa, tente deixar a compra para o mais próximo possível do dia de sua viagem. Esteja atento ao mercado para aproveitar os momentos de queda da moeda, o planejamento é fundamental.

É recomendável já sair do Brasil com pelo menos um mínimo de dinheiro vivo em rublos, que seja suficiente para pagar pequenos gastos na chegada, como gorjetas, transporte público, entre outros, para evitar correria e transtornos na chegada à Rússia, pois o país que sedia a Copa tem uma cultura completamente diferente e vai estar cheio de turistas.

Gastos com a viagem e como pagar

O quanto levar depende do que pretende gastar. Especialistas calculam que o gasto diário fica em torno de 3.000 a 4.000 rublos. Se a opção de pagar as contas no exterior for com cartão de crédito, saiba que só conhecerá o valor a pagar quando já estiver fechada a fatura. Cartão pré-pago pode ser uma boa opção, mas não se esqueça de abastecer lo com dólares ou euros, que são moedas mundialmente aceitas e de fácil conversão.

O cartão pré-pago nada mais é que um plástico que contém uma senha. É fácil de carregar, pagando apenas o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Em caso de perda, você precisa simplesmente de pedir um outro. O IOF é de 6,38% para cartões de crédito, e de 1,1% para cartões pré-pagos.

Lugares onde comprar

Não é comum encontrar corretoras e bancos que vendam e comprem rublos, apesar de ter havido uma maior flexibilidade, com a aproximação da Copa do Mundo na Rússia.

A Associação Brasileira de Corretoras de Câmbio (Abracam ), através de bancos e corretoras associados, afirmam que estão comercializando a moeda russa nas unidades localizadas em grandes metrópoles ou nas cidades que recebem turistas em grande quantidade. Em locais diferentes, talvez precise agendar com antecedência a compra.

Existem muitos sites onde se pode efetuar o câmbio, mas também pode baixar o aplicativo, disponível para iOS e também para Andróid, que ajuda o usuário na busca por instituições que estejam mais próximas, mostrando também as melhores cotações do mercado e possibilita ao usuário fazer ofertas às corretoras, que de pronto respondem se a operação é possível ou não.

Siga a página Curiosidades
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!