As constantes quedas da taxa Selic colocaram os investimento de renda fixa entre os mais baixos patamares nos últimos meses. Com isso, alguns investidores acostumados com investimentos nesse ativo começaram a migrar para investimentos mais rentáveis.

Mesmo assim, esse tipo de aplicação ainda é considerado o mais seguro do mundo, pois, no momento que aplica o capital, o investidor já sabe o quanto irá receber. Como o Brasil possui as maiores taxas de juros do mundo, estima-se que esses investimentos vão pagar os melhores resgates do planeta.

Nesse caso, o investidor recebe o que foi assinado no contrato e sem descontos de nenhum tipo de taxa extra. Além disso, os investimentos em renda fixa estão livres do Imposto de Renda.

O ativo é considerado ideal para qualquer tipo de pessoa, pobres e ricos, experientes, leigo, agressivo, moderado e assim por diante. Estima-se que toda pessoa deveria ter uma carteira de investimentos em renda fixa em vez da famosa caderneta de poupança.

Já os investimentos em renda variável como ações, tem como principal empecilho é a falta de capital sólido, que precisa ser adquirido antes de se começar a aplicar nesse mercado.

Sendo assim, os pequenos investidores começam investindo na renda fixa para só depois ganhar recursos para aplicar em investimentos de renda variável.

O que é investimentos em renda fixa?

Existem inúmeros produtos atribuídos a essa categoria, alguns apresentam diversas vantagens e características. Entre os principais investimentos destacam-se a LCI (Letra de Crédito Imobiliário), LCA (Letra de Crédito do Agronegócio), CDB (Certificado de Depósito Bancário), LF (Letra Financeira), LC (Letra de Crédito), Tesouro Direto, debêntures, COE.

Nessa lista até famosa caderneta de poupança pode ser incluída.

No último programa Be a Ba da Bolsa de Valores, do site InfoMoney, que foi apresentado no dia 9, o analista de mercado financeiro Tiago Salomão apresentou dicas de como o investidor pode organizar uma carteira investimentos aplicando apenas R$ 200 por mês.

Esse portfólio foi organizado no início do ano. Desde então, Tiago auxilia as pessoas a aplicar em carteiras de renda fixa, ações, investimentos imobiliários, fundos de investimento, criptomoedas, entre outros.

Vale ressaltar que como os custos de investimentos são considerados baixo, os custos das operações também devem ser mínimos para garantir o melhor rendimento desse tipo de investimento.

Siga a página Curiosidades
Seguir
Siga a página Tecnologia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!