Apesar de toda crise desencadeada no país devido à greve dos caminhoneiros, na próxima terça-feira, dia 5 de junho, um posto de combustíveis de São Paulo, o Eco Posto Bandeirantes Shell, situado na Avenida dos Bandeirantes, 3.459, irá participar de mais uma edição do Dia da Liberdade de Impostos.

Segundo informações do site InfoMoney, o estabelecimento irá vender gasolina com redução no preço de até 55%. Será um total de 6 mil litros desse combustível sem o peso dos impostos que incidem sobre o produto.

Mas há um porém, o consumidor não poderá abastecer o carro à vontade. Serão permitidos apenas 30 litros de gasolina por veículo e a distribuição se dará por ordem de chegada.

O Dia da Liberdade de Impostos quer mostrar justamente que os preços serão bem diferentes se não fossem as muitas taxas cobradas pelo Governo, seja municipal, estadual ou federal. Há uma década o Movimento Endireita Brasil vem promovendo essa data com o objetivo de convencer alguns postos a não cobrarem impostos para mostrar ao consumidor brasileiro que parte do que ele gasta para abastecer o veículo não fica com o estabelecimento, vai é para os governos.

Calcula-se que em São Paulo o preço médio da gasolina deveria ser de R$ 1,89. Só que com os vários impostos cobrados, como o PIS/Confins, ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviço), Cide (Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico), entre outros, ela acaba sendo comercializada a R$ 4,19.

Acredita-se que este ano a gasolina será vendida com um desconto de 55% no dia de mobilização, mas o preço final será informado apenas na véspera, dia 4 de junho.

Como o valor da gasolina está oscilando muito, o posto terá que esperar até lá para definir o preço que irá estipular, mas, seja como for, ficará bem mais em conta.

Ricardo Salles, presidente do Movimento Endireita Brasil, garantiu que o Dia da Liberdade de Impostos já havia sido planejado bem antes da greve dos caminhoneiros ter início e que não há nenhuma ligação com a paralisação da categoria. Mesmo assim, pela proximidade dos fatos, não deixará de ter um peso ainda maior este ano.

Certamente muitos motoristas tentarão conseguir abastecer pagando menos, mesmo não podendo encher o tanque, já que há um limite para cada consumidor. Quem tem carro pode economizar no combustível mudando alguns hábitos, como não ficar acelerando o carro desnecessariamente, por exemplo, quando está parado em um sinal.

Lembre-se também de calibrar os pneus pelo menos a cada 10 dias. Manter a manutenção preventiva em dia e fazer o alinhamento e balanceamento das rodas também ajudam a fazer com que o carro consuma menos combustível.

Siga a página Governo
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!